quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

AVANTE RIO! - Resposta

Caro Luciano Huck.

Discordo em parte com sua opinião publicada no oglobo.com em 30.11.2010

Discordo quando você afirma “o problema não é o narcotráfico”, não é problema de quem cara pálida ?...Aparentemente não é meu nem seu, privilegiados e com sorte, pura ilusão..

Luciano, toda a sociedade é refém deste mal, seu rolex deve ter abastecido algumas bocas, num acha ? !... Só não é problema para os Chefões do tráfico que estão longe das favelas, e olhe lá!... Pergunte a quem vive nas favelas se num é Ô problema... Ou quem tem alguém dependente de drogas.

Discordo quando você prega que a “Guerra ao Tráfico” não leva a nada...

Como deve ser tratado um exército armado até os dentes?

Como devem ser tratados aqueles que, com a força militar, exterminam gerações, populações, cidades e grupos religiosos? ...

Esses narcotraficantes têm alguma diferença?

Eles estão exterminando gerações e gerações, seja pela bala ou pelo crack.... você mesmo reconhece que temos uma geração perdida, nas suas idas e vindas nas comunidades deve ter escutado diversas histórias verdadeiras, esqueceu ?

Faça uma analogia com acontecimentos da história, da sua história, Você verá que há muitas semelhanças.

O Rio precisava de um Dia D.

A tomada do Alemão não é nada mais que o um desembarque da Normandia.

A Guerra num dá certo? A Guerra dá certo também... O que você diria do Japão, Alemanha, Israel entre outros ??? Não deu certo ?

Concordo contigo quando você afirma que temos uma geração perdida, essa não vai evoluir muito, mas poderá ser regenerada e recuperada, mas não podem ficar impunes! Bandido é Bandido !

Concordo contigo também que os lideres devem ser exemplarmente punidos, não só os da Favela, mas principalmente que se acabe a hipocrisia (faz de conta) e impunidade dos verdadeiros Chefões “do asfalto”.

Tem que acabar com a hipocrisia de “consumidores”, se queremos ser verdadeiros ! Não existindo consumo não existe fornecedor.. Se não existisse patrocinador não existiria o Caldeirão, tô certo ?

Por fim, concordo contigo que estamos em outra época, o Brasil é outro, o Rio é outro, a sociedade é outra e não existe mais espaço para “fazer de conta” que o problema não existe.

Como formadores de opinião, temos a obrigação de não deixar nas “entre linhas” qualquer duvida. Não podemos deixar retroceder amenizando nem colocando a sujeira debaixo do tapete!

O Rio Acordou!

O Cabral re-descobriu a Cidade Maravilhosa!

Também acredito no RIO...

AVANTE RIO!

Igmar Falcone

Em resposta ao artigo “Avante, Rio !” de Luciano Huck publicado no O Globo.Com (http://oglobo.globo.com/opiniao/mat/2010/11/30/avante-rio-923149744.asp)

Nenhum comentário:

Postar um comentário