sexta-feira, 29 de abril de 2011

Ser direto e sem limites tem seus riscos !

Pessoal,

Certa ocasião li o seguinte texto:

“Quando expomos nossas opiniões de modo direto e sem limites, é bem mais difícil conviver com as pessoas sem criar arestas difíceis de serem aparadas.”

Num mundo onde cada dia mais a hipocrisia, meias-verdades e a desonestidade ocupam mais espaço, se expor de forma direta e sem limites é um risco muito alto.

Isso tem levado os adeptos por natureza ao “ser direto”, a mudar de estratégia e usar dos artifícios da hipocrisia e meias-verdades para não serem rejeitados.

Será que é necessário ser  "Bonzinho", "um Lorde inglês" ... "uma moça" ?

Será que não é certo ser direto e sem limites ?...

Sem ser direto  corremos o risco de ser omisso ou de não ser entendido ?

Ser sem limites é um risco para a verdade ?

Exemplos estão em todas as partes, basta assistir uma sessão da TV senado o TV do judiciário ou uma plenária no congresso (de qualquer pais)...

Desconfio que quem escreveu esta frase estar do lado oposto das pessoas (os adeptos) que são diretas e sem limites.

Geralmente são as pessoas que confundem a postura direta e sem limites como algo "mal educado" ou "agressivo"  e deixam de absorver a mensagem pura e livre de ruídos.

Por outros lado, também existem pessoas, do lado dos adeptos, que confundem a forma de abordagem e terminam sendo "mal educados" e "agressivos".

Tudo na vida é uma questão de dosagem... Verdade !

Mas não é por isso que o ingrediente desta dosagem seja a hipocrisia, meias-verdades ou a desonestidade.

Como dizia  Che Guevara: "Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás."

Da próxima vez, antes de ser direto e sem limites nas suas opiniões, lembre-se:

  • Respire fundo e conte até 10;
  • Controle seus Impulsos;
  • Sorria;
  • Siga em frente! 

Boa Sorte !

Nenhum comentário:

Postar um comentário