quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Idade - Referência quântica - Humor


Compartilho com vcs a mensagem que recebi, vai ser divertido para vocês como foi para mim.

A mensagem, como tantas outras, sempre me levam a novas conexões neurais...

No caso da história abaixo, me leva a acreditar que as percepções de idade devem ser explicadas pelas ciências quânticas, um mesmo contexto em dimensão de tempo diferentes.

Divirtam-se!

IDADE

Já aconteceu de você, ao olhar para uma pessoa da mesma idade, pensar: “eu não sou assim tão velho”? Veja o que conta uma amiga:

Estava sentada na sala de espera para a consulta com um novo dentista, quando observei o seu diploma na parede. Li o seu nome e recordei de um moreno alto que tinha esse mesmo nome. Era da minha classe do colegial, uns 30 anos atrás e eu me perguntei: "Seria o mesmo rapaz por quem eu tinha me apaixonado à época?"

Entrei na sala de atendimento e, imediatamente, afastei esse pensamento. Esse homem grisalho, quase calvo, gordo, enrugado, era demasiadamente velho e desgastado pra ter sido o meu amor secreto.

Depois que ele examinou os meus dentes, perguntei se ele tinha estudado no Colégio Santa Cecília...

- Sim, respondeu-me.
- Quando se formou? perguntei.
- Em 1965 . Por que esta pergunta?
- É que...bem...você era da minha classe, exclamei.

E então aquele velho horrível, cretino, careca, barrigudo, flácido, lazarento, esclerosado, filho da puta me perguntou:

- A senhora era professora de quê?

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Regulação do Marco Civil - Consulta pública

Proposta de regulação do Marco Civil submete Google e Facebook à lei brasileira | TeleSíntese

O Bicho vai pegar...

.... na nova proposta de Decreto, todos  sites terão que se adequar às novas regras do Marco Civil e de toda a legislação brasileira se quiserem continuar por aqui....


A proposta de decreto explicita que a Administração Pública terá poderes para zelar pelo cumprimento da legislação brasileira, inclusive aplicando as sanções cabíveis, mesmo que as atividades sejam realizadas por pessoa jurídica sediada no exterior.

A proposta de regulamentação do Marco Civil da Internet, lançada hoje, 27, para consulta pública pelo Ministério da Justiça, e que ficará no ar até o dia 29 de fevereiro,  tenta"amarrar", em princípios, as pontas que o governo entendia estarem soltas na relação da internet.

Entre elas, a insistência dos sites de conteúdo transacionais, como Google e Facebook, de não aceitarem as decisões da justiça brasileira, por alegarem que só podiam se submeter à legislação norte-americana, já que as sedes de suas empresas são de lá. Pelo que está escrito na nova proposta de Decreto, esses sites terão, porém, que se adequar às novas regras do Marco Civil e de toda a legislação brasileira se quiserem continuar por aqui.

Conforme explicita o artigo 18 da proposta, "… a administração púbica federal….. deverá zelar pelo cumprimento da legislação brasileira, inclusive aplicando as sanções cabíveis mesmo que as atividades sejam realizadas por pessoa jurídica sediada no exterior".

Além disso, a proposta define que os  " provedores de conexão e de acesso a aplicações devem, na guarda, armazenamento e tratamento  de dados observar as diretrizes de segurança que serão estabelecidas no Decreto Presidencial. As diretrizes obrigam a qualquer provedor, inclusive os estrangeiros a:

1- definir a pessoa do provedor que terá responsabilidade sobre o acesso do dado do usuário

2- fazer autenticação dupla de registro para assegurar a individualização do tratamento do responsável pelo tratamento dos registros

3- criar  inventário dos acessos aos registros de conexão e de acesso a aplicações contendo o momento, a duração, a identidade do funcionário ou responsável pelo acesso e o arquivo acessado.

Pode-se pensar que essas atribuições só estariam restritas aos provedores de conexão instalados no Brasil – sejam os provedores de internet sejam as operadoras de telecomunicações. Mas a minuta de decreto define de maneira bem abrangente aqueles que serão abarcados por elas. Diz:

" Tratamento de dados pessoais é o conjunto de ações referentes a coleta, produção, recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão, distribuição, divulgação, transporte, processamento, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação ou controle da informação, modificação, bloqueio ou fornecimento a terceiros de dados pessoais, por comunicação, interconexão, transferência, difusão ou extração".

E o artigo 13 volta a explicitar a obrigatoriedade de todos cumprirem a Lei brasileira, quando afirma que "os dados deverão ser mantidos em formato que facilite o acesso decorrente de decisão judicial ou determinação legal".



Enviado do meu iPhone

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Frevos na voz do Google

Carnaval 2016: Versões imperdíveis de frevos clássicos cantados pela voz do Google | Viver: Diario de Pernambuco
Não podia deixar de registrar esta publicação do Diário de Pernambuco.

Como mesmo propõe o título, são Versões imperdíveis de frevos clássicos cantados pela voz do Google.

Parabéns pela sacada !

Carnaval 2016: Versões imperdíveis de frevos clássicos cantados pela voz do Google

Playlist "Google no frevo" foi criada pelo personagem fictício Lee Pesaka e tem feito sucesso entre os internautas
Criador já perguntou, pelo Facebook, pela versão instrumental de "Voltei, Recife". Foto: Julio Jacobina/DP/D.A Press
Criador já perguntou, pelo Facebook, pela versão instrumental de "Voltei, Recife". Foto: Julio Jacobina/DP/D.A Press


E se um japonês pedisse ajuda à voz do Google para acompanhar os frevos mais populares do carnaval pernambucano? O personagem fictício Lee Pesaka fez isso e disponibilizou as versões - hilárias - em uma conta no Soundcloud, na playlist Google no frevo. A versão "para gringo" ouvir de cinco clássicos do carnaval pernambucanos têm feito sucesso na web.

O Hino do Elefante de Olinda, de Clídio Nigro e Clóvis Vieira, foi o mais bem recebido entre os internautas, com mais de 2 mil audições no site. Morena tropicana, de Alceu Valença e Vicente Barreto, Oh! Bela, de Capiba, e o Hino dos Batutas de São José, de João Santiago, e Pra tirar coco, de Messias Holanda e Hamilton de Oliveira, também estão disponíveis.

Através do perfil no Facebook, Lee Pesaka já pediu aos internautas a versão instrumental de Voltei, Recife, de Luiz Bandeira. Será a próxima música a contagiar a dona da voz do Google e fazê-la cair no frevo?

Ouça:
Hino do Elefantes de Olinda

Oh, bela!

Enviado do meu iPhone

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Efeito #UBER

Lei obriga taxista a usar até smoking a partir de hoje || Exame.com

Lei obriga taxista a usar até smoking a partir de hoje || Exame.com

São Paulo - A partir desta segunda-feira, 17, todos os taxistas que atuam em São Paulo terão de caprichar no visual para não serem multados pela Prefeitura.

Segundo portaria publicada pela gestão Haddad, o "uniforme" obrigatório básico será composto por camisa e calça social (ou calça jeans escura), além de blazer em dias de frio. As mulheres terão de usar "traje compatível", como tailleur. No caso de taxistas da categoria luxo, a exigência inclui terno e gravata ou smoking.

Ao mesmo tempo, os taxistas ficam proibidos de usar bermudas, camisetas esportivas (como de times de futebol), chinelos e bonés. As normas visam, segundo a Secretaria Municipal de Transportes, a padronizar a conduta e a postura no exercício da profissão.

Também entram em vigor nesta segunda exigências relacionadas à manutenção dos táxis, que deverão estar sempre polidos, aspirados internamente e com cintos de segurança disponíveis aos passageiros no banco dianteiro ou traseiro.

Já a obrigatoriedade de ofertar a possibilidade de pagamento eletrônico, por meio de cartão de crédito ou débito, foi adiada para 4 de março, a pedido dos taxistas.

Com as mudanças, a gestão Fernando Haddad (PT) procura oferecer as mesmas vantagens da Über.



Enviado do meu iPhone

domingo, 17 de janeiro de 2016

22 coisas que só quem passa um carnaval em Olinda vai entender

22 coisas que só quem passa um carnaval em Olinda vai entender

Eu costumo dizer para quem ainda não conhece o carnaval de Olinda.

"O que acontece em Olinda durante o carnaval não tem como explicar, é preciso vivenciar. Não tem como explicar a não ser experimentar e comentar depois"


22 coisas que só quem passa um carnaval em Olinda vai entender

1. Você descobre que TODOS, mas TODOS os clichês sobre o carnaval de Pernambuco são verdadeiros (graças a Deus).

2. Seu parâmetro do que é uma subida muda e pequenas elevações são considerada retas.

3. E ladeiras são apenas subidas.

4. Só a ladeira da Misericórdia que não, ela é uma ladeira mesmo e inclusive você pensa que poderia ter um equipamento de rapel para te ajudar a subir.

5. Passa a aceitar que é impossível não pingar de suor a todo momento.

6. E higiene básica é realmente básica porque é impossível se manter limpo por mais de cinco minutos.

7. Descobre que é possível passar 24 horas do seu dia ouvindo frevo e não enlouquecer.

8. Desacredita completamente na lei da física de que dois corpos não ocupam o mesmo espaço.

Dois ocupam o mesmo espaço e se reclamar, três vão ocupar também.

9. Entender que não importa o que você faça, nem qual seja o horário, vai ter um bloco passando.

10. E elas vão estar tocando uma das únicas 10 músicas que compõem o repertório de todos os blocos.

11. Entre as dez padrões está: "Bandeira Branca" e "Morena Tropicana".

12. E claro, você decora o Hino de Olinda de cabo a rabo.

13. Entende que é completamente possível se alimentar de um restrito cardápio.

14. Que é composto basicamente de Charque com macaxeira, Charque com feijão de corda, caldinho, pastel, coxinha, espetinhos e tapioca.

15. Tudo isso na rua, por no máximo R$ 8 e em pé, claro.

16. Para beber: refrigerante de R$ 3 ou água de R$ 2!

17. Experimenta o desespero quando está em um lugar e blocos começam a chegar de TODOS os lados.

18. E entende que eles não vão parar, e simplesmente se vê preso entre fanfarras se cruzando entre 128973189731289 de pessoas.

19. Descobre que a pegação não tem hora e nem gênero, afinal a Rua 13 de Maio está lá para quem quiser botar a cara no sol.

20. Fica completamente encantado com a quantidade de crianças e Velhinhos no meio da foliã.

21. E se sente um pouco humilhado com o fato dos idosos terem o triplo do seu pique.

22. E por fim ter a certeza absoluta de que nenhum outro carnaval do Brasil é tão maravilhoso!



Enviado do meu iPhone

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Conexões + Contextos - De onde vêm as idéias?

Fiquei contente com esta representação do processo de idéias, aderente a minha linha de pensamento. 

Esta figura me fez lembra de um comentário no Post publicado em 24.08.2010, no qual o autor do conteúdo sugeria "Não fique bitolado apenas estudando algo específico. Estudar mitologia grega, tipos de whiskies ou até o som do ornitorrinco um dia poderá se tornar algo que fará toda a diferença no seu negócio.

Na ocasião  comentei "Meu entendimento é que as coisas que aprendemos, estudamos, o temos contatos ao logo de nossa vida e aparentemente não fazem sentido ou não são relevantes, são absorvidas e realizam conexões novas entre nossos neurônios que um dia são usadas, involuntariamente em nossos processos decisórios e na maneira de ser.....Talvez isso seja uma forma de querer me justificar os motivos de ter estudado (criado novas conexões de neurônios) Integral, derivada, analise numérica e outros bichos !"

Caso tenha curiosidade do conteúdo acessem: Avis Ara: Saber aprender http://avisara.blogspot.com.br/2010/08/saber-aprender.html?m=1

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

As Três Peneiras de Sócrates – Use e seja Feliz !

Pessoal

Segue mensagem que recebi e achei interessante compartilhar com vocês.


Certamente seremos mais Felizes usando estas peneiras.

Que vocês acham ?

SEGUE:

As Três Peneiras de Sócrates – Uma lição para a Vida


Essa mensagem circula pelo mundo afora há um bom tempo e é muito importante aprende-la. Particularmente acredito que identificar essas peneiras em relação ao que nos dizem é desnecessário, melhor que sejamos o ultimo elo do que nos dizem do que fomentar uma discussão (caso não passe pelas peneiras). Essas três peneiras condizem diretamente ao que nós vamos dizer… E não para ficar apontando nos outros.

As Três Peneiras de Sócrates


Um homem foi ao encontro de Sócrates levando ao filósofo uma informação que julgava de seu interesse:

- Quero contar-te uma coisa a respeito de um amigo teu!

- Espera um momento – disse Sócrates – Antes de contar-me, quero saber se fizeste passar essa informação pelas três peneiras.

- Três peneiras? Que queres dizer?

- Vamos peneirar aquilo que quer me dizer. Devemos sempre usar as três peneiras. Se não as conheces, presta bem atenção. A primeira é a peneira da VERDADE. Tens certeza de que isso que queres dizer-me é verdade?

- Bem, foi o que ouvi outros contarem. Não sei exatamente se é  verdade.

- A segunda peneira é a da BONDADE. Com certeza, deves ter passado a informação pela peneira da bondade. Ou não?

Envergonhado, o homem respondeu:

- Devo confessar que não.

- A terceira peneira é a da UTILIDADE. Pensaste bem se é útil o que vieste falar a respeito do meu amigo?

- Útil? Na verdade, não.

- Então, disse-lhe o sábio, se o que queres contar-me não é  verdadeiro, nem bom, nem útil, então é melhor que o guardes apenas para ti.

 


segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

10 Previsões de Baba Vanga para 2016 e anos futuros

10 Previsões de Baba Vanga para 2016 e anos futuros – Original e Exclusivo
Vamos salvar para conferir....

10 Previsões de Baba Vanga para 2016 e anos futuros

Top 10 Previsões de Baba Vanga para 2016 e anos futuros. Baba Vanga foi uma clarividente búlgara que nasceu em 31 de janeiro de 1911 em Strumica, Império Otomano. Ela garantia que possuía habilidades paranormais e ficou famosa mundialmente por causa previsão sobre os ataques terroristas de 9/11.

Ela disse " Horror, horrores! Os irmãos americanos vão cair depois de ser atacado pelos pássaros de aço. Os lobos uivando serão em um arbusto, e sangue inocente será jorrando (1989) ". E assim ocorreu a tragédia como Baba Vanga previu. Aqui estão dez previsões Baba Vanga feitas para 2016 e demais anos futuros:

1. 2016: Muçulmanos vão invadir a Europa:

Baba Vanga previu que "muçulmanos" vão invadir a Europa, que vai "deixar de existir" como conhecemos hoje. A destruição vai durar por muitos anos, expulsando os outros e deixando todo o continente em ruínas e desértico. Vanga previu também que a grande guerra muçulmana teria origem na Síria. Estamos vendo uma espécie de invasão pacífica de refugiados, mas não sabemos onde isso vai dar?

2. 2016: Barack Obama vai destruir a América:

Baba Vanga previu também que o presidente dos Estados Unidos seria Afro americano [Obama] e ele seria "o último." Ela previu que, no momento que ele deve deixar o cargo, haverá uma crise econômica. Todo mundo vai colocar suas esperanças nele, mas o oposto vai acontecer; ele vai dividir o país e conflitos entre o norte e o sul vão acontecer mais uma vez … .como na guerra civil americana entre 1861 e 1865.

3. 2018: China:

Baba Vanga também previu que em 2018 a China vai se tornar a nova superpotência e vai manter os Estados Unidos nas rédias. Os exploradores (ou seja, o primeiro mundo) vai se tornar o explorado pelo (terceiro mundo).

4. 2018: Vênus:

Os seres humanos vão começar a experimentar e descobrir uma nova fonte de energia no planeta Vênus. Eles vão mesmo voar para o planeta para tirar amostras e estabelecer uma colônia. Vênus é o segundo planeta do sistema solar e é chamado "planeta irmão" da Terra por causa de seu tamanho, massa, e proximidade com o Sol.

5. 2023: órbita da Terra:

A órbita da Terra irá mudar e ninguém sabe realmente o que isso vai significar para a Terra e a humanidade. Isso é semelhante a previsão dos polos derretendo e do Oriente Médio, em fogo, de Nostradamus.

6. 2043: Roma:

A Europa será transformada um califado islâmico. Roma será capital. A economia mundial vai prosperar sob o domínio muçulmano.

7. 2046: Órgãos/impressoras:

Ela também acredita que em 2046 todos os órgãos do corpo poderão ser reproduzidos; será um método fácil e popular de tratamento. Não haverá mais necessidade de fazer transplantes.

8. 2050: Poluição:

Até o ano de 2050, o número de mortes causadas pela poluição e aquecimento global irá subir, de acordo com Baba Vanga, matando mais de 6 milhões de pessoas a cada ano.

9. 2066: Estados Unidos – Nova Arma:

Os Estados Unidos vão usar uma nova arma pela primeira vez na esperança de retomar Roma e traze-la de volta ao cristianismo. Eu suponho que Roma será destruída em 2016 com a invasão muçulmana.

10. 2076: Retorno do comunismo:

Comunismo vai voltar à Europa e ao resto do mundo.

São previsões previsíveis, mas que podem ou não podem acontecer. Não se impressione, os destinos são mudáveis.



Enviado do meu iPhone

Gartner - 10 tendências tecnológicas para 2016

Gartner lista dez tendências tecnológicas de alto impacto para 2016 - COMPUTERWORLD
Salvar para conferir !

Gartner lista dez tendências tecnológicas de alto impacto para 2016

cristal futuro

Consultoria aponta conceitos que afetarão os planos, os programas e as iniciativas das empresas a partir do próximo ano

O Gartner ligou sua bola de cristal e liberou previsões tecnológicas para 2016. A consultoria listou dez tendências que possuem potencial de influenciar significativamente as organizações em um horizonte de doze meses.

Fatores que denotam o impacto desses conceitos incluem a elevada possibilidade de interferência nos negócios, nos usuários finais ou na TI; a necessidade de grande investimento; ou o risco de ser tarde demais para adotá-lo. Na visão de analistas, essas tecnologias afetam os planos, os programas e as iniciativas das empresas em longo prazo.

As três primeiras apostas do Gartner abordam a fusão dos mundos físico e virtual e o surgimento da malha digital. "Enquanto as organizações se concentram nos mercados digitais, o negócio algorítmico está surgindo – e logo essas relações e interligações definirão o futuro dos negócios", afirma.

De acordo com a consultoria, no mundo algorítmico, muitas coisas acontecem em um plano em que as pessoas não estão diretamente envolvidas. Isso é possibilitado por máquinas inteligentes, abordadas pelas três tendências seguintes.

As quatro últimas tendências apresentadas se referem à nova realidade de TI, com a arquitetura e a plataforma de tendências necessárias para apoiar os negócios digitais e algorítmico.

1. Malha de dispositivos - O termo 'malha de dispositivos' refere-se a um extenso conjunto de pontos utilizados para acessar aplicativos e informações ou para interagir com pessoas, redes sociais, governos e empresas. Ele inclui dispositivos móveis, wearables (tecnologias para vestir), aparelhos eletrônicos de consumo e domésticos, dispositivos automotivos e ambientais – tais como os sensores da Internet das Coisas (IoT).

"O foco está no usuário móvel, que é cercado por uma malha de dispositivos que se estende muito além dos meios tradicionais", diz David Cearley, vice-presidente do Gartner. Segundo ele, embora os dispositivos estejam cada vez mais ligados a sistemas back-end por meio de diversas redes, eles muitas vezes operam isoladamente. Como a malha evolui, esperamos que surjam modelos de conexão para expandir e aprimorar a interação cooperativa entre os dispositivos.

2. Experiência ambiente-usuário - A malha de dispositivos estabelece a base para uma nova experiência de usuário contínua e de ambiente. Locais imersivos, que fornecem realidade virtual e aumentada, possuem potencial significativo, mas são apenas um aspecto da experiência. A vivência ambiente-usuário preserva a continuidade por meio das fronteiras da malha de dispositivos, tempo e espaço. A experiência flui regularmente em um conjunto de dispositivos de deslocamento e canais de interação, misturando ambiente físico, virtual e eletrônico, ao passo que o usuário se move de um lugar para outro.

"Projetar aplicativos móveis continua sendo um importante foco estratégico para a empresa. No entanto, o projeto objetiva fornecer uma experiência que flui e explora diferentes dispositivos, incluindo sensores da Internet das Coisas e objetos comuns, como automóveis, ou mesmo fábricas. Projetar essas experiências avançadas será um grande diferencial para fabricantes independentes de software (ISVs) e empresas similares até 2018", afirma Cearley.

3. Impressão 3D - Os investimentos em impressão 3D (três dimensões) já possibilitaram o uso de uma ampla gama de materiais, incluindo ligas avançadas de níquel, fibra de carbono, vidro, tinta condutora, eletrônicos, materiais farmacêuticos e biológicos. Essas inovações estão impulsionando a demanda do usuário, e as aplicações práticas estão se expandindo para mais setores, incluindo o aeroespacial, médico, automotivo, de energia e militar. A crescente oferta de materiais conduzirá a uma taxa de crescimento anual de 64,1% em carregamentos de impressoras 3D empresariais até 2019. Esses avanços exigirão uma reformulação nos processos de linha de montagem e na cadeia de suprimentos.

"Ao longo dos próximos 20 anos, a impressão 3D terá uma expansão constante dos materiais que podem ser impressos, além do aprimoramento da velocidade com que os itens podem ser copiados e do surgimento de novos modelos para imprimir e montar peças", estima o analista.

4. Informação de tudo - Tudo na malha digital produz, utiliza e transmite informação. Esses dados vão além da informação textual, de áudio e de vídeo, incluindo informações sensoriais e contextuais. O termo 'informação de tudo' aborda essa afluência com estratégias e tecnologias para conectar dados de todas essas diferentes fontes.

A informação sempre existiu em toda parte, mas muitas vezes isolada, incompleta, indisponível ou ininteligível. Os avanços nas ferramentas semânticas, como bancos de dados de gráfico e outras técnicas de análise de classificação e de informação emergente, trarão significado para o dilúvio, muitas vezes caótico, de informações.

5. Aprendizagem avançada de máquina - No aprendizado avançado de máquina, as Redes Neurais Profundas (DNN) movem-se além da computação clássica e da gestão da informação, criando sistemas que podem aprender a perceber o mundo de forma autônoma.

As múltiplas fontes de dados e a complexidade da informação tornam inviáveis e não rentáveis a classificação e a análise manual. As DNNs automatizam essas tarefas e possibilitam a abordagem de desafios-chave relacionados a tendências.

As DNNs são uma forma avançada de aprendizado de máquina particularmente aplicável a conjuntos de dados grandes e complexos, e fazem equipamentos inteligentes aparentarem ser 'inteligentes'. Elas permitem que sistemas de hardware ou baseados em software aprendam por si mesmos todos os recursos em seu ambiente, desde os menores detalhes até grandes classes abstratas de conteúdo de varredura.

Essa área está evoluindo rapidamente, e as organizações devem avaliar como aplicar essas tecnologias para obter vantagem competitiva.

6. Agentes e equipamentos autônomos - O aprendizado de máquina dá origem a um espectro de implementações de equipamentos inteligentes – incluindo robôs, veículos, Assistentes Pessoais Virtuais (APV) e assessores inteligentes –, que atuam de forma autônoma ou, pelo menos, semiautônoma. Embora os avanços em máquinas inteligentes físicas, como robôs, chamem a atenção, elas, quando baseadas em software apresentam um retorno mais rápido e impacto mais amplo.

Assistentes Pessoais Virtuais como o Google Now, o Cortana da Microsoft e o Siri da Apple estão se tornando mais inteligentes e são precursores de agentes autônomos. O surgimento da noção de assistência alimenta a experiência usuário-ambiente, no qual um agente autônomo se torna a interface com o usuário principal. Em vez de interagir com menus, formulários e botões em um smartphone, o indivíduo fala com um aplicativo, que é realmente um agente inteligente.

"Ao longo dos próximos cinco anos evoluiremos para um mundo pós-aplicativos, com agentes inteligentes fornecendo ações e interfaces dinâmicas e contextuais. Os líderes de TI devem explorar como usar equipamentos e agentes autônomos para aumentar a atividade, permitindo que as pessoas façam apenas os trabalhos que humanos podem fazer. No entanto, eles devem reconhecer que agentes e equipamentos inteligentes são um fenômeno de longo prazo, que evoluirá continuamente e expandirá seus usos nos próximos 20 anos", projeta o vice-presidente do Gartner.

7. Arquitetura de segurança adaptativa - As complexidades dos negócios digitais e a economia algorítmica, combinadas com uma 'indústria hacker' emergente, aumentam significativamente a superfície de ameaça às organizações. Basear-se no perímetro de defesa fundamentado em regras é pouco, especialmente pelo fato de que as empresas exploram muitos serviços baseados em nuvem e Interfaces de Programação de Aplicação (API) abertas para clientes e parceiros de integração com seus sistemas.

Os líderes de TI devem concentrar-se em detectar e responder às ameaças, assim como no bloqueio mais tradicional e em outras medidas para prevenir ataques. A autoproteção de aplicativos e a análise de comportamento de usuários e entidades ajudarão a cumprir a arquitetura de segurança adaptativa.

8. Arquitetura de sistema avançado - A malha digital e as máquinas inteligentes requerem demandas intensas de arquitetura de computação para torná-las viáveis para as organizações. Isso aciona um impulso em arquitetura neuromórfica ultraeficiente e de alta potência. Alimentada por matrizes de Portas Programáveis em Campo (FPGA) como tecnologia subjacente, ela possibilita ganhos significativos, como a execução em velocidades de mais de um teraflop com alta eficiência energética.

"Sistemas construídos em Unidades de Processamento Gráfico (GPU) e FPGAs funcionarão como cérebros humanos, particularmente adequados para serem aplicados à aprendizagem profunda e a outros algoritmos de correspondência de padrão usados pelas máquinas inteligentes. A arquitetura baseada em FPGA possibilitará uma maior distribuição de algoritmos em formatos menores, usando consideravelmente menos energia elétrica na malha de dispositivo e permitindo que as capacidades avançadas de aprendizado da máquina sejam proliferadas nos mais ínfimos pontos finais da Internet das Coisas, tais como residências, carros, relógios de pulso e até mesmo seres humanos", afirma Cearley.

9. Aplicativo de rede e arquitetura de serviço - Designs monolíticos de aplicação linear, como arquitetura de três camadas, estão dando lugar a uma abordagem integrativa de acoplamento mais informal: aplicativos e serviços de arquitetura. Ativada por serviços de aplicativos definidos por software, essa nova abordagem permite desempenho, flexibilidade e agilidade como as da web.

A arquitetura de microsserviços é um padrão emergente para a criação de aplicações distribuídas, que suportam o fornecimento ágil e a implantação escalável tanto no local quanto na cloud. Contêineres estão emergindo como uma tecnologia essencial para permitir o desenvolvimento e a arquitetura de microsserviços ágeis. Levar elementos móveis e de IoT para a arquitetura de aplicativos cria um modelo abrangente para lidar com a escalabilidade em nuvem de back-end e a experiência de malha de dispositivos de front-end.

Equipes de aplicativos devem criar arquiteturas modernas para fornecer utilitários baseados em nuvem que sejam ágeis, flexíveis e dinâmicos, com experiências de usuário também ágeis, flexíveis e dinâmicas abrangendo a malha digital.

10. Plataformas de Internet das Coisas (IoT) - As plataformas de IoT complementam o aplicativo de rede e a arquitetura de serviço. Gerenciamento, segurança, integração e outras tecnologias e padrões da plataforma são um conjunto básico de competências para elementos de criação, gestão e fixação na Internet das Coisas.

Essas plataformas constituem o trabalho que a equipe de TI faz nos bastidores, de um ponto de vista arquitetônico e tecnológico, para tornar a IoT uma realidade. A Internet das Coisas é parte da malha digital, que inclui a experiência do usuário, e o ambiente do mundo emergente e dinâmico das plataformas é o que a torna possível.

"Qualquer empresa que adote a IoT precisará desenvolver uma estratégia de plataforma, porém abordagens incompletas de provedores concorrentes dificultarão sua implementação até 2018", projeta Cearley.



Enviado do meu iPhone