quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Idade - Referência quântica - Humor


Compartilho com vcs a mensagem que recebi, vai ser divertido para vocês como foi para mim.

A mensagem, como tantas outras, sempre me levam a novas conexões neurais...

No caso da história abaixo, me leva a acreditar que as percepções de idade devem ser explicadas pelas ciências quânticas, um mesmo contexto em dimensão de tempo diferentes.

Divirtam-se!

IDADE

Já aconteceu de você, ao olhar para uma pessoa da mesma idade, pensar: “eu não sou assim tão velho”? Veja o que conta uma amiga:

Estava sentada na sala de espera para a consulta com um novo dentista, quando observei o seu diploma na parede. Li o seu nome e recordei de um moreno alto que tinha esse mesmo nome. Era da minha classe do colegial, uns 30 anos atrás e eu me perguntei: "Seria o mesmo rapaz por quem eu tinha me apaixonado à época?"

Entrei na sala de atendimento e, imediatamente, afastei esse pensamento. Esse homem grisalho, quase calvo, gordo, enrugado, era demasiadamente velho e desgastado pra ter sido o meu amor secreto.

Depois que ele examinou os meus dentes, perguntei se ele tinha estudado no Colégio Santa Cecília...

- Sim, respondeu-me.
- Quando se formou? perguntei.
- Em 1965 . Por que esta pergunta?
- É que...bem...você era da minha classe, exclamei.

E então aquele velho horrível, cretino, careca, barrigudo, flácido, lazarento, esclerosado, filho da puta me perguntou:

- A senhora era professora de quê?

Nenhum comentário:

Postar um comentário