terça-feira, 12 de abril de 2016

A solução para o Brasil é a intolerância.


Será que  o país está  passando por um momento de ruptura cultural que vai transformar a sociedade ou é apenas mais um momento de  crise que irá promover o aperfeiçoamento da sociedade para conviver com bandidagem mais aperfeiçoada, mais blindada ainda? 


O contexto parece perfeito para a ruptura e transformação, exatamente nestes momentos que a "criatividade"  emergem!


"Nunca na história do país" tanta sujeira tem sido jogada no ventilador... A sujeira vem de todas as partes do setor público, privados, grandes empresa, pequenas e dos mais frágeis dos cidadãos. 


A insatisfação é geral, a sociedade culpando os políticos que ela mesmo colocou lá.... 


A sociedade cobra ética e honestidade, enquanto que é tolerante a seus pequenos delitos, desde a cervejinha do guarda, da rota alternativa para fugir de blitz da lei seca, andar pelo acostamento, parar em fila dupla ou em vagas de deficientes e idosos, do vício da cobrança com nota ou sem nota para sonegar imposto, ao demais deslizes e "vícios" na declaração do imposto de renda. Sempre justificando  com um  Mantra "não prejudica ninguém"...


Essa é a cultura que permeia e irriga toda a sociedade! Os honestos sendo omissos e os criminosos sendo ousados e sem escrúpulos capaz de tirar remédio dos enfermos ou até mesmo de roubar a merenda das crianças.


O que se esperar dos líderes que representam a sociedade, políticos juízes, sindicatos e empresários?...


O comportamento deles é reflexo da sociedade "tolerante" e que anos e anos vive no Faz de conta do "não é comigo"..... (Como não cara Pálida ?)


Por outro lado, a  justiça em nome do "rito processual" promove inversão de valores e acoberta criminosos. Transforma os heróis, muitas vezes combatentes solitários, em vilões.


A justiça, com a "indústria dos acordos de leniência e  da delação premiada", mais uma vez inverte os valores,  os  bandidos passa de violões para heróis, arregimentando ainda mais a legião de bandidos e passam a ter uma lógica de risco que lhes dá licença para cometer os crimes.


Além de que, esta indústria é um incentivo para crimes cada vez mais graves e com maiores impactos, coberto pela a lógica que passa na  cabeça do bandido que é guiada por um "risco" menor e com menor consequências numa lógica simples do "se for pego, faço acordo e me dou bem"...  


Numa análise crítica de causa raiz, iremos retorna ao tempo da chegada do portugueses, culpando-os pela chegada de batedores de carteiras, as putas e seus filhos.


Voltando mais ao tempo, iremos identificar personagem na época de Cristo que usou da delação premiada para não ser punido e preso.


Mas estas causas não justificam os efeitos na sociedade brasileira, afinal os portugueses também colonizaram outras terras e a influência  dos romanos permeia outras nações até os dias de hoje.


O que tem de diferente nesse país gente ?...


Só pode ser culpa de Gerson e Caio Domingues & Associados (http://youtu.be/J6brObB-3Ow), com uma mensagem direta, nada subliminar,  na década de 70 forjou a mentalidade de gerações, desde então, com a cultura do levar vantagem em tudo!...


Tanto é, que hoje é conhecida pela "lei de Gerson" veja a definição que o Wikipedia tem sobre o assunto: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Lei_de_Gérson e vem sendo usada de forma subliminar em tudo.


É desta forma que funciona para os bandidos na delação premiada, mesmo depois de pego, continua tirando vantagem do "sistema" (com sua incapacidade de investigar e fazer justiça), e dos  compassas para dosar o quanto e quem será delatado vs por quanto será omisso. É um negócio, com um balcão de troca tradicional onde tudo tem seu preço.


Os judas de hoje não se enforcam, ao invés de cordas no pescoço, usam tornozeleiras eletrônicas para continuar levando vantagem e usufruindo de suas trintas moedas.


O momento é de  ruptura cultural para  transformar a sociedade e o caminho para isso acontecer passa por um #BASTA e #FORATODOS para um recomeço com outros sem estarem contaminados vírus do "levar vantagem"....mas isso é uma utopia, para ser vencida por cada um, em seu próprio micro universo.


Comece fazendo sua parte, seja intolerante e sem vergonha de agir.


Senão, qual o legado que será deixado para as próximas gerações ?



Enviado do meu iPhone



Enviado do meu iPhone

Nenhum comentário:

Postar um comentário