quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Chantagem com imagens de webcam dobraram em um ano

Casos de pessoas chantageadas por imagens de webcam dobraram em um ano



Reproduzo a seguir uma matéria publicada por Olhar Digital  que apresenta um balanço das extorsões decorrentes de invasão das Webcams no Reino Unido.

Independentemente do modo de ataque, o fato é que no Reino Unido foram reportados 864 casos de extorsão com base em imagens de webcam, contra 385 de 2015. A NCA, porém acredita que o número seja maior já que é o tipo de crime que muitas vezes acaba não sendo relatado às autoridade

Não surpreenda-se, este risco vai muito além da webcam, imagine o que está sendo capturado  por sua TV,  Xbox, PlayStation, Apple TV, lâmpadas de led, ou os drones estarão revelando de sua intimidade? Já pensou nisso? Pois pode se preocupar!

Voce vai gostar e se interessar por  outros posts que fiz abordando este tipo de assunto, vejam:

Casos de pessoas chantageadas por imagens de webcam dobraram em um ano

https://goo.gl/eEn5k9

Quem assistiu à última temporada de Black Mirror entende por que Mark Zuckerberg cobre a webcam de seu notebook e por que todo mundo deveria fazer o mesmo. Para reafirmar o que todo mundo já deveria saber, a Agência Nacional contra o Crime (NCA) do Reino Unido revelou que os casos de chantagem por imagens obtidas via webcam dobrou no último ano.

Para piorar, também foram indicados pelo menos quatro casos de suicídio ligados ao crime de "sextorsão", em que a vítima é chantageada por um criminoso que tem a posse de vídeos de cunho sexual obtidos pela webcam.

Existem duas formas de ser atingido por um golpe do tipo. No primeiro, que usa engenharia social, o chantagista ganha a confiança da vítima, que acaba compartilhando estas imagens por vontade própria. O segundo caso já envolve técnicas de hacking no sentido mais puro da palavra, em que o criminoso ganha acesso à webcam por questão de um malware instalado no computador, ou explorando alguma outra vulnerabilidade no computador. A primeira temporada de Mr. Robot mostra bem como isso pode acontecer.

Independentemente do modo de ataque, o fato é que no Reino Unido foram reportados 864 casos de extorsão com base em imagens de webcam, contra 385 de 2015. A NCA, porém acredita que o número seja maior já que é o tipo de crime que muitas vezes acaba não sendo relatado às autoridades. A maior parte (95%) eram homens entre 21 e 30 anos, mas a agência também diz que "uma parte substancial" eram garotos entre 11 e 20 anos. Os suicídios foram todos cometidos por homens.

Em casos como estes, a NCA orienta as vítimas a procurarem, sim, ajuda policial. A agência diz que a resposta correta em casos como este é não entrar em pânico, não pagar, não se comunicar com o chantagista e preservar a evidência. Não se deve pagar o resgate, mas se ele for pago, é importante que a vítima anote de onde o dinheiro foi coletado, e, se ainda não foi coletado, que o pagamento seja cancelado. O ideal é também suspender a conta do Facebook (e não deletá-la) e reportar ao YouTube (ou outro site de vídeos) se houver algum vídeo que precise ser derrubado ou bloqueado.

Via Ars Technica



Enviado do meu iPhone

Nenhum comentário:

Postar um comentário