terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Previsões - Cloud continua como palavra de ordem em 2017


Cloud continua com palavra de ordem e deverá se fortalecer no mercado brasileiro, as fichas estão na mesa!


Pelo menos é o que tem indicando as publicações de final de ano:


👉 Tendências da nuvem para 2017 - http://goo.gl/OLFTb7


Como seres humanos, estamos sempre pensando o que virá a seguir, o que acontecerá no futuro. Seguindo essa lógica, listamos aqui 3 tendências para a computação em nuvem no ano de 2017.


1 – Maior investimento em cloud computing no Brasil


É esperado que em 2017 o Brasil alcance a marca de 4,5 bilhões de dólares investidos em cloud e que o crescimento continue acelerado, chegando a 20 bilhões de dólares por volta de 2020.  Em tempos de instabilidade econômica, as empresas passam a repensar suas estratégias e acabam deixando o conservadorismo de lado visando reduzir custos. A consolidação da cloud como uma tecnologia robusta e confiável com preço acessível também é um fator de extrema importância para esse crescimento.


2 – Tendências para Hiper-convergência


Há aqueles que ainda irão preferir uma nuvem privada para guardar as informações mais sensíveis da empresa, adotando uma solução de nuvem híbrida. E nuvens privadas, assim como as públicas, necessitam virtualização, automação, acesso de auto-serviços e monitoramento, funções essas que demandam muitos recursos. Assim, soluções hiper-convergentes surgem como alternativas viáveis para oferecer um serviço completo e de rápida implementação. A Ustore trabalha com soluções hiper-convergentes; veja mais nesse outro post!


3 – Aplicativos corporativos na nuvem pública


É perceptível a migração cada vez maior dos aplicativos corporativos para a nuvem pública. Em aplicativos corporativos, estamos falando daqueles que ajudam as empresas a entender todos os dados criados no dia-a-dia e tirar deles insights importantes para traçar os novos rumos da companhia. Com o crescente número desse tipo aplicativos, que possuem mecanismos que criptografam todos os dados, a tendência é que mais empresas sintam-se confortáveis em migrar seus sistemas para a nuvem pública.


Quais dessas tendências sua empresa já está pensando em adotar? Entre em contato conosco para fazer um orçamento de serviços de nuvem!



👉 Transforme-se digitalmente e sobreviva ao mercado - http://goo.gl/JpIVEe


Novas tecnologias surgem o tempo inteiro e não é à toa que as empresas precisam se adaptar para permanecer no mercado, afinal, a inovação é a palavra de ordem deste mundo em cloud. A IDC, consultoria na área de Tecnologia da Informação aponta que, até 2017, um em cada três CEOs das três mil maiores empresas da América Latina deve colocar a transformação digital como base de sua estratégia empresarial.


A transformação digital nada mais é do que o suporte e a melhoria estratégica de processos em um modelo de negócios por meio de plataformas ou dispositivos digitais. O fato é que, ao repensar no modelo de trabalho e adotar novas tecnologias, as organizações transformam toda a cadeia de valor do negócio, da produção até a distribuição, aumentando a receita e produtividade.


Contudo, a adoção de tecnologias (das redes sociais à infraestrutura em nuvem) deve levar em consideração o modelo de negócio, o gerenciamento das operações e a entrega dos produtos e serviços aos clientes. O que a sua empresa precisa? Melhorar atendimento, engajamento, logística, vendas? Identificar as prioridades é o primeiro passo para, então, decidir as mudanças necessárias e implementações de novas tecnologias.


Essa transformação tecnológica obriga as organizações a simplificarem processos e inovarem os seus modelos de negócios. Hoje, as transações e os processos são analisados, planejados e executados em tempo real, fator que contribui para a tomada de decisões. Trata-se de um caminho sem volta, mas, ao mesmo tempo, com retorno e resultados de agilidade e competitividade - assim é possível definir a transformação digital, que oferece às organizações infinitas possibilidades.


Entre tantas opções, podemos citar a computação em nuvem ou cloud computing, que permite o acesso aos arquivos e programas por meio de uma conexão à internet, a partir de qualquer lugar e dispositivo, o que gera economia em relação à aquisição de helpdesks e servidores e reduz o tempo de trabalho. Isso sem contar a flexibilidade, portabilidade e otimização das plataformas tecnológicas e da equipe de TI, o que se reverte em melhor competitividade no mercado.


Por meio de um banco de dados em memória, as organizações também conseguem maior celeridade de processamento, experiência diferenciada, intuitiva e produtiva. Tudo isso com segurança durante as operações. Diante desta revolução transformadora não podemos deixar de citar a internet das coisas (IoT), que consiste na fusão do mundo real com o digital, isto é, conecta as máquinas a uma rede de computadores por sensores e dispositivos, possibilitando a centralização e a automação do controle e da produção.



Enviado do meu iPhone


Nenhum comentário:

Postar um comentário