domingo, 29 de janeiro de 2017

Era Trump - Exercício da democracia


Considerando a quantidade de protestos que estão acontecendo nos EUA desde a eleição de Donald Trump, fica evidente que os americanos resolveram exercitar a democracia.

A América, principalmente os americanos natos, depois de Trump não serão os mesmos!

Nem tão pouco o mundo será o mesmo!

Se existia uma harmonia "aparente", o que será do mundo daqui pra frente ?

Quem sairá ganhando? 

Trump com certeza!



sábado, 28 de janeiro de 2017

Para que servem as leis?

Recebi a mensagem abaixo pelo WhatsApp, certamente vcs já receberam também, mas não podia deixa de registrar no Blog. 

Quem ainda não leu, vale a pena lê e repassar.

É um excelente aprendizado, retratando o que se passa no cotidiano.

Boa leitura!


Primeiro dia de aula, o professor de Introdução ao Direito entrou na sala e a primeira coisa que fez foi perguntar o nome a um aluno que estava sentado na primeira fila:

- Qual é o seu nome?

- Chamo-me Nelson, Senhor.

- Saia de minha aula e não volte nunca mais! - gritou o desagradável professor.

Nelson estava desconcertado. Quando voltou a si, levantou-se rapidamente, recolheu suas coisas e saiu da sala.

Todos estavam assustados e indignados, porém ninguém falou nada.

- Agora sim! - vamos começar .

- Para que servem as leis? Perguntou o professor - Seguiam assustados ainda os alunos, porém pouco a pouco começaram a responder à sua pergunta:

- Para que haja uma ordem em nossa sociedade.

- Não! - respondia o professor.

- Para cumpri-las.

- Não!

- Para que as pessoas erradas paguem por seus atos.

- Não!

- Será que ninguém sabe responder a esta pergunta?!

- Para que haja justiça - falou timidamente uma garota.

- Até que enfim! É isso, para que haja justiça.

E agora, para que serve a justiça?

Todos começaram a ficar incomodados pela atitude tão grosseira.

Porém, seguíamos respondendo:

- Para salvaguardar os direitos humanos...

- Bem, que mais? - perguntava o professor .

- Para diferençar o certo do errado, para premiar a quem faz o bem...

- Ok, não está mal, porém respondam a esta pergunta:

Agi corretamente ao expulsar Nelson da sala de aula?

Todos ficaram calados, ninguém respondia.

- Quero uma resposta decidida e unânime!

- Não! - responderam todos a uma só voz.

- Poderia dizer-se que cometi uma injustiça?

- Sim!

- E por que ninguém fez nada a respeito? Para que queremos leis e regras se não dispomos da vontade necessária para praticá-las? Cada um de vocês tem a obrigação de reclamar quando presenciar uma injustiça. Todos! Não voltem a ficar calados, nunca mais!

Vá buscar o Nelson - Disse. Afinal, ele é o professor, eu sou aluno de outro período.

Aprenda: 

Quando não defendemos nossos direitos, perdemos a dignidade e a dignidade não se negocia. 

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Possibilidade 2018 - #dilema2018

Vcs já imaginaram as possibilidade que enfrentaremos em 2018?


Contribua, indique outros. 


Comente anexando uma foto de quem vc imagina esta em campanha para ser uma opção para 2018. 

#dilema2018



sábado, 21 de janeiro de 2017

Era Trump - O jogo começou.


No primeiro dia de trabalho, o Trump não alisa e já aumenta o peso dos encargos nas costas da classe média.


Pois é, nem completou 24 horas e o Super Trump  aumentou os impostos sobre um milhão de compradores de casas de classe média, levando mais dinheiro os cofres do governo.


Possivelmente aproveitando a impopularidade para tomar as medidas impopulares logo na partida.


Até quando vai ter sustentação o personagem,  criado na campanha, do super herói americano,  patriota, que  promete  defender a pátria dos exploradores externos e capaz de realizar o sonho americano para os americanos? 


Pela primeira 24 horas, o sonho de alguns americano está se tomando pesadelo!


Pois é, o jogo apenas começou!


Fonte: The Intercept 

             http://t.co/V2FnBQZByS



sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Avaya pede falência

A despedida da era Obama não parece ser boa para a Avaya, isto em consequencia de quem perdeu a direção diante dos desafios enfrentados pelas empresas de telecomunicações à medida que passam para o software e serviços os hardware.

Quem não se preparar para esta mudança de contexto, estará fora do mercado.


É, a empresa de telecomunicações Avaya Inc. pediu a bancarrota do Capítulo 11 na quinta-feira para reduzir sua dívida de cerca de US $ 6,3 bilhões, mas disse que não venderá seu negócio de call center, que havia tentado fazer no ano passado.

telecommunications companies face as they transition to software and services from hardware. Early last year, Avaya had planned to sell its call center business but did not reach a deal with buyout firm Clayton, Dubilier & Rice LLC, which had been in the lead to acquire it for about $4 billion.

A falência ressalta os desafios enfrentados pelas empresas de telecomunicações à medida que passam para o software e  serviços os hardware. No começo do ano passado, a Avaya tinha planejado vender seu negócio de call center, mas não chegou a um acordo com a firma de compra Clayton, Dubilier & Rice LLC, que estava na liderança para adquiri-la por cerca de US $ 4 bilhões.

A Avaya disse que deve se concentrar em sua dívida e que a venda do call center não maximizaria o valor para seus clientes ou credores. Ainda está negociando acordos para vender partes de seus negócios.

A empresa está eliminando os termos de um acordo de reestruturação com os credores. O objetivo original era ter um no lugar antes da bancarrota, mas um acordo não foi alcançado.

A empresa disse que uma filial do Citigroup Inc forneceria um empréstimo de US $ 725 milhões por até um ano para financiar suas operações durante a reorganização.

Avaya disse que o empréstimo era necessário para tranquilizar os vendedores nervosos que haviam encurtado os prazos de pagamento e reduzido as condições de crédito nos últimos meses por temores sobre a saúde financeira da empresa.

"Ausente financiamento adicional, acredito que os devedores poderiam ser forçados a liquidar em uma base altamente acelerado", disse um arquivamento judicial por Eric Koza, diretor-gerente da empresa de reestruturação Zolfo Cooper, que tem vindo a aconselhar Avaya.

Koza também disse que o dinheiro era necessário para pagar os custos administrativos de falência, "que se espera sejam significativos".

A Avaya enfrentou um prazo no final de janeiro em acordos com credores para resolver sua dívida ou potencialmente inadimplência.

A empresa sediada em Santa Clara, Califórnia, tem sido sobrecarregada com uma dívida de US $ 8,2 bilhões em 2007 pelas firmas de private equity Silver Lake Partners LP e TPG Capital LP, com US $ 600 milhões vendidos em outubro.Despesa de juros de mais de US $ 400 milhões por ano vem empurrando Avaya em perdas.

Em 30 de setembro, a Avaya devia aos pensionistas US $ 1,7 bilhão.

A receita da Avaya caiu para US $ 958 milhões no quarto trimestre encerrado em 30 de setembro de US $ 1 bilhão no ano anterior, de acordo com os resultados financeiros divulgados na quinta-feira. Para o ano fiscal, a empresa registrou uma perda líquida de US $ 750 milhões.

(Reportagem de Jessica DiNapoli em Nova York e Tom Hals em Wilmington, Delaware, Edição de Lisa Von Ahn e David Gregorio)

Fonte: Reuters 

IDFM

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Bye bye Obama!


Resolvi publicar este post para fazer um registro histórico e marcar a data de despedida de Obama.


Estamos fechando um ciclo e o que se inicia vem chegando com "desconfiança" e apreensão.


Não recordo durante a era Obama termos passado por momentos de sobressaltos de segurança e incertezas, é verdade que a crise se alojou no Brasil durante este período, mas a marolinha que se  transformou num tsunami vem da era Bush e das inconsequências de nossa sociedade.  


Minha leitura pessoal é que o  legado deixado pelo Obama foi muito positivo do ponto de vista  de diminuir as distâncias sociais. Acredito também que deixou exemplo de como deve se portar a família de um líder!


Vamos torcer que todos os críticos estejam errados e este novo ciclo que se inicia a partir de amanhã, seja diferente do que estão "pintando". O jogo agora vai começar, a campanha acabou, agora é para valer!


E mesmo que seja o que estão "pintando", já passamos por muitas situações desesperadores, mas o nosso "jeitinho brasileiro" de enfrentar as dificuldade nos deixa tranquilos que podemos seguir em frente e tudo será superado!  


Bye bye  Obama!


Para complementar, recomendo a leitura da matéria abaixo!


Bom proveito !



https://osegredo.com.br/2015/07/fechar-ciclos-fechar-portas-encerrar-capitulos-o-importante-e-fecha-los-e-seguir-em-frente/


FECHAR CICLOS, FECHAR PORTAS, ENCERRAR CAPÍTULOS: O IMPORTANTE É FECHA-LOS E SEGUIR EM FRENTE…

A mente é maravilhosa

É preciso aceitar quando uma etapa da vida termina. Se você insistir em permanecer nela, poderá perder a alegria e o sentido de viver. Chame como quiser: fechar ciclos, fechar portas, encerrar capítulos; o importante é fechá-los e seguir em frente.

Não podemos viver o presente pensando no passado e nem ficar o tempo todo nos perguntando: “Porque isso aconteceu comigo”? Não podemos ser crianças ou adolescentes eternamente, nem funcionários de empresas inexistentes ou ter vínculos com pessoas que não gostam de nós.

Os problemas acontecem e devemos deixá-los ir!

Um dia, de repente, um sentimento de nostalgia lhe invade e você se lembra de todo o tempo perdido, os minutos desperdiçados que não voltam mais.Entenda que o tempo é o nosso bem mais valioso; o tempo é vida.

É normal lembrar do passado; o que é prejudicial é viver com as feridas emocionais abertas. São elas que nos impedem de caminhar, viver o presente e desfrutar tudo o que temos.

A vertigem emocional

Acreditar que o passado foi melhor é garantia de sofrimento emocional no presente. Essa crença nos impede “de soltar e deixar ir” e podemos mergulhar num abismo profundo.

É assim que surge a vertigem emocional, que nos impede de esquecer o passado, curar nossas feridas e viver o presente.

A limpeza do nosso passado

Algumas pessoas acreditam que olhar para o passado é perda de tempo; o importante é viver o presente. Dessa forma, as tristezas emocionais do passado vão se acumulando, criando “uma montanha de dor” cada vez maior.

Imagine que uma pessoa alérgica tenha como hábito varrer toda a poeira de casa para debaixo do tapete, achando que isso não vai afetá-la.

É o que acontece com as feridas emocionais. Precisamos nos libertar das correntes que nos ferem, para que as feridas não se aprofundem. O que você é hoje é fruto do seu passado, tenha sido ele bom ou ruim.

Revisando seu interior você não conseguirá mudar o passado, mas sim entender as partes negativas e não permitir que elas perturbem o seu presente. Isso é muito doloroso, mas abre espaço para o novo.

Cicatrizar as feridas emocionais

Superar o medo do passado é a única forma de acabar com esse sofrimento.

Vale a pena tentar curar as feridas do passado. Livre-se da sua carga e perceba o que o oprime.

Imagine que você está soltando um balão; as cordas que o prendem vão se afrouxando, até que ele se solta completamente. Deixe-o ir, enquanto olha para o céu até perdê-lo de vista, sorrindo e sentindo muita paz.

Liberte-se

Se não traz alegria para sua vida… Solte

Se não lhe faz feliz… Solte

Se permanece ao seu lado, mas não acrescenta nada de bom… Solte

Se procura segurança e assim evita o esforço de desenvolver-se… Solte

Se não reconhece suas qualidades… Solte

Se não lhe dá carinho… Solte

Se não promove o seu sucesso… Solte

Se diz, mas não faz… Solte

Se não há um lugar em sua vida para você… Solte

Se tenta mudá-lo… Solte

Se o amedronta… Solte

Se são mais desencontros do que acertos…Solte

Se simplesmente o faz sofrer…Solte

Liberte-se…a perda será muito menos dolorosa do que a dor de apegar-se “ao que já foi e não é mais”.

_______

Fonte: A Mente é Maravilhosa



IDFM


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Sem perdão de Obama, @Snowden garante férias na Rússia até 2020

Reproduzo abaixo matéria publicada pelo Ryan Gallagher no site The Intecept_ anunciando a ampliação para 2020 do período "sabático" do Snowden.


Certamente, antes disso ele se torna um cidadão Russo ou será perdoado pelo Trump.


Não da para menosprezar ou desdenhar uma expertise deste tipo, numa era que o conhecimento especializado em Cibersegurança e das entranhas dos bastidores da espionagem faz diferença!

 


RÚSSIA PERMITE QUE EDWARD SNOWDEN PERMANEÇA ATÉ 2020


O exílio de Snowden na Rússia parece pronto para continuar depois que as autoridades do país assinaram um novo visto de três anos para o ex-contratado da Agência Nacional de Segurança.


Snowden, que vazou um tesouro de documentos sobre os programas de vigilância em massa da NSA em 2013, foi concedido asilo na Rússia em agosto desse ano. Sua autorização de residência deveria expirar este ano, mas na quarta-feira, o advogado de Snowden, Anatoly Kucherena, disse em uma declaração que a licença foi estendida até 2020. Kucherena acrescentou que em 2018 Snowden se qualificará para solicitar a cidadania russa.


Na terça-feira, o presidente Barack Obama comutou a sentença de prisão  de outro  "leaker" (responsável por vazamentos) de alto nível, Chelsea Manning, que passou centenas de milhares de documentos diplomáticos do Departamento de Estado dos EUA para WikiLeaks. Mas Snowden não parece ser o próximo na lista de clemência de Obama.


Uma petição com mais de um milhão de assinaturas pediu a Obama para perdoar o denunciante da NSA. Mas o secretário de imprensa da Casa Branca, Josh Earnest, disse na terça-feira que "o Sr. Snowden não apresentou papelada para pedir clemência desta administração. " E o próprio Obama declarou no ano passado sobre Snowden que ele" não pode perdoar alguém que não foi a um tribunal e se apresentou ".


Com Donald Trump em breve na Casa Branca, um certo grau de incerteza rodeou o futuro de Snowden na Rússia. Trump está decidido a redefinir as relações com o país e em 2013 ele twittou que "se eu fosse presidente, Snowden já teria sido devolvido aos EUA" No começo deste mês, o ex-diretor interino da CIA Michael Morell escreveu um artigo incentivando o presidente russo Vladimir Putin para retornar Snowden para os EUA como um "presente de inauguração perfeita" para Trump. 


Tendo acabado de renovar a autorização de residência de Snowden, a Rússia parece improvável que o obrigue.


Além disso, a porta-voz do ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zkharova, descartou a idéia de Morell, que ela disse representar "uma ideologia de traição" em um post no Facebook. "Você falou, Sr. Morell, e agora está claro para todos que em seu escritório, é normal trazer presentes na forma de pessoas e entregar aqueles que buscam defesa", escreveu Zkharova.


Snowden, de 33 anos - cujo tesouro de documentos sobre o qual a Intercept tem extensamente relatado - parece ter uma vida relativamente resolvida na Rússia, onde compartilha uma casa com seu parceiro americano Linday Mills. No entanto, ele originalmente não pretendia acabar no país. Antes que suas fugas fossem publicadas primeiramente por The Guardian e Washington Post em 2013, Snowden tinha fujido os EU para Hong Kong. Após as revelações iniciais - e em meio a uma perseguição frenética para ele em Hong Kong - Snowden embarcou um vôo para Moscou a caminho de Cuba. Mas o Departamento de Estado revogou seu passaporte antes de chegar à América Latina, deixando-o no aeroporto de Sheremetyevo, em Moscou, onde viveu cerca de 40 dias antes que a Rússia lhe concedesse asilo.


Snowden disse que estaria disposto a voltar para os EUA para enfrentar um julgamento justo, mas não acredita que ele iria receber um porque ele é acusado sob a Lei de Espionagem e ele não seria, portanto, permitido fazer uma defesa de interesse público para Suas ações. "Eu me voluntariaria para a prisão, contanto que tivesse o propósito certo", disse Snowden à revista Wired em 2014. "Mas não podemos permitir que a lei se torne uma arma política ou concordem em assustar as pessoas para que não se Direitos, não importa quão bom o negócio.Eu não vou fazer parte disso. "


Fonte: The Intercept_

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

A Sutileza de Gandhi

Sempre oportuno e atual os ensinamentos que nos deixou o Gandhi, dentre elas, gosto da história que mostra como pode ser sutil para ensinar usando do bom humor!


Bom aprendizado!




A Sutileza de Gandhi


Quando Gandhi estudava Direito na Universidade de Londres tinha um professor chamado Peters, que não gostava dele, mas Gandhi não baixava a cabeça.

Um dia o professor estava comendo no refeitório e sentaram-se juntos. O professor disse:


” –  Sr. Gandhi, você sabe que um porco e um pássaro não comem juntos?”


”  –  Ok, professor…  Já estou voando…”  E  foi para outra mesa.


O professor, aborrecido, resolve vingar-se no exame seguinte. Mas ele responde, brilhantemente, todas as perguntas. Então resolve fazer a seguinte pergunta:


” – Sr. Gandhi, indo o Sr. por uma rua e encontrando uma bolsa, abre-a e encontra a Sabedoria e um pacote com muito dinheiro. Com qual deles ficaria?”


Gandhi respondeu:  ” – Claro que com o dinheiro, professor!


” – Ah! Pois eu no seu lugar Gandhi, ficaria com a sabedoria.”


” – Tem razão, professor, cada um ficaria com o que não tem!


O professor, furioso, escreveu na prova “IDIOTA” e lhe entregou. Gandhi recebeu a prova, leu e a devolveu, dizendo: 


”– Professor, o Sr. assinou a prova, mas não deu a nota!”


Moral da historia: Semeie a paz, o amor e a compreensão. Mas trate com firmeza quem te trata com desprezo.


Ser gentil não é ser capacho, nem saco de pancadas.


Rolls-Royce: Impunidade premiada

Rolls-Royce fecha acordo de leniência com Brasil, EUA e Inglaterra - Economia - Estadão
A cada anúncio de acordo de leniência ou de delação premiada que é feito, me impressiona o quanto o Brasil vem sendo saqueado!

A impunidade legalizada, travestidas de acordos, ma minha leitura, só estimula roubo e enfurece mais a bandidagem encarcerada!

Depois os "estudiosos" "cientistas do caos" fica formulando teorias para as rebeliões e aumento da criminalidade.

A causa é uma só!

O pau de bate em Francisco, não é o mesmo que bate em Chico podre!

Veja que a zona é generalizada, agora com empresas de fora tirando proveito!

Assim não dá....

Como diria os  Mamonas "Me passaram a mão na bunda e ainda não comi ninguém"...


Rolls-Royce fecha acordo de leniência com Brasil, EUA e Inglaterra

Empresa britânica diz que concordou em pagar 671 milhões de libras esterlinas em função de seu envolvimento em esquemas de corrupção

A empresa britânica Rolls-Royce anunciou nesta segunda-feira, 16, que fechou um acordo preliminar de leniência com as autoridades da Inglaterra, Estados Unidos e Brasil e concordou em pagar 671 milhões de libras esterlinas, ou R$ 2,6 bilhões. De acordo com comunicado da empresa, os acordos estão relacionados a pagamentos de propinas e envolvimento em esquemas de corrupção em diferentes mercados internacionais.

Rolls-Royce

Pelo acordo firmado com o MPF o Brasil deve receber cerca de R$ 88 milhões

No Brasil, a empresa foi citada na Operação Lava Jato em delação premiada do ex-gerente da diretoria de Serviços da Petrobrás, Pedro Barusco. De acordo com Barusco, a empresa teria pago propina para garantir o fornecimento de turbinas de geração de energia para plataformas de petróleo da Petrobrás.

Pelo acordo firmado com o Ministério Público Federal, o Brasil deve receber US$ 25,58 milhões, ou cerca de R$ 80 milhões. Com o Departamento de Justiça americano o valor acertado foi de cerca de US$ 170 milhões, cerca de R$ 550 milhões e o restante ficará com a Inglaterra, em que o acordo foi fechado com a UK Serious Fraud Office (SFO).



IDFM

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Agora Pinterest tem Avis Ara!


Agora o Avis Ara tem mais uma opção de acesso.

A partir de hoje todas as publicações realizadas no Blog Avis Ara serão reproduzidas automaticamente no Pinterest.

Para nos acompanhar ou ter acesso através do Pinterest, basta localizar a pasta Avis Ara no Pinterest ou click em pin.it/tev5wem e click em seguir.

É uma opção adicional as demais já existentes:

👉 Telegram - t.me/AvisAra
👉 Wordpress - avisara.wordpress.com/
👉 Pinterest - pin.it/tev5wem

Divulguem junto à sua rede de relacionamento em suas redes sociais!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Ressaca do réveillon - Gartner rever previsões para 2017

Em plena ressaca do réveillon o Gartner resolve rever suas previsões.


Segundo press release publicado em 12.01.2017, os gastos de TI em todo o mundo são projetados para totalizar US $ 3,5 trilhões em 2017, um aumento de 2,7% a partir de 2016, de acordo com a Gartner, no entanto, esta taxa de crescimento é inferior a projeções anteriores de 3 por cento.


2017 estava prestes a ser um ano de recuperação nos gastos com TI. Algumas tendências importantes convergiram, incluindo nuvem, Blockchain , negócios digitais e inteligência artificial. Normalmente, isso deveria  provocar aumento de gastos, empurrando os gastos com TI muito superior a 2,7% de crescimento. No entanto, parte da incerteza política nos mercados globais tem promovido uma abordagem de esperar e ver, fazendo com que muitas empresas evitem investimentos em TI.


Os gastos corporativos com servidores, armazenamento, software e equipamentos de tecnologia relacionados não serão tão robustos quanto esperados este ano, de acordo com dados revisados do Gartner.


A incerteza política nos mercados globais tem levado as empresas a pensar mais antes de gastar, de acordo com relatório recente da Gartner. A Gartner não especificou as causas de incerteza, mas todos os sinais apontam para   duas fontes principais, a decisão do Reino Unido de optar por sair da União Europeia e a  surpreendente vitória de Donald Trump em 2016.



A Gartner espera que a demanda por PCs, tablets e smartphones fique flat este ano. Mas também prevê um ciclo de substituição forte no ano seguinte, impulsionado pela concorrência de preços.


Também vê uma forte divisão  se desenvolvendo entre as empresas que vão gastar agressivamente em novas engrenagem - ou seja, os grandes provedores de nuvem pública - e outras empresas provavelmente freando os gastos.


A construção agressiva de plataformas de computação em nuvem por empresas como Microsoft, Google e Amazon está empurrando a previsão de servidores globais para atingir 5,6% de crescimento em 2017.


Esse valor está na verdade acima da previsão de crescimento de 3% no último trimestre, o crescimento deve compensar a queda de 3% na demanda por alguns tipos de equipamentos de armazenamento.


Como mais empresas de todos os tamanhos estão adotando a computação em nuvem em suas várias formas  em oposição à construção de mais de suas próprias capacidades internas.


Em alguns casos, isso significa usar software de negócios baseado em assinaturas do tipo  Salesforce, Workday, Oracle, Google ou Microsoft. Enquanto os funcionários e os clientes de uma empresa interagem com esse software usando seus próprios dispositivos móveis ou de desktop, os aplicativos são executados em servidores de um fornecedor de nuvem e transmitidos pela Internet.


Em outros casos, as empresas alugam servidor de computador, armazenamento e capacidade de rede da Amazon, Microsoft, Google ou IBM. Em ambos os casos, isso significa que as próprias empresas compram menos servidores e outro hardware e atualizam o que compram menos frequentemente.


Fonte: Fortune e Gartner


IDFM





 



Cala a boca Kassab.


Após a leitura das  notícias relacionadas ao fim da internet ilimitada e a venda da Oi, me despertou a curiosidade de entender porque o Gilberto Kassab está se colocando no centro destas questões polêmicas? 


Será que é uma estratégia para se manter na mídia para ficar em evidência quando tiver início a corrida da sucessão presidencial? Mas como, se as declarações dele não agrega simpatia da população que possa reverter em voto?


Qual e de quem é o interesse por trás dele ser o protagonista destas polêmicas?


Qual a estratégia por trás desta exposição?


Vejamos o que foi publicado:


Na defesa do fim da internet ilimitada, o Gilberto Kassab declarou o fim da internet ilimitada na banda larga fixa para o segundo semestre de 2017, que, segundo ele "O nosso objetivo é beneficiar o usuário. O Ministério trabalha pra que o usuário seja cada vez melhor beneficiado com melhores serviços"... "O governo vai estar sempre ao lado do usuário" Como assim cara pálida? Nem mesmo a ANATEL defende este fim.  


  • Hoje o presidente da Anatel, em matéria do G1, disse que Kassab afirmou a ele ter cometido um "equívoco" na declaração feita ao site.


No caso da OI, ele deveria ficar calado até a fim da solução.  Ao invés disso, faz revelação que deveriam ficar restritas. Qualquer declaração de um Ministro do Governo, tem forte  influência no comportamento do mercado. No momento que estava redigindo este Post OIBR3 estava com valorização de 4,5%, certamente fruto das declarações dele.


Não seria o correto que algumas posições deveriam se manter recolhidas da mídia, pelo menos nos casos que podem "influenciar" no jogo da especulação do mercado?


Veja também o que já publicamos sobre o assunto: 



Fonte: 



IDFM

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Efeito Trump - Amazon criará 100 mil empregos nos EUA

A Amazon.com Inc disse nesta quinta-feira que criará mais de 100 mil empregos em tempo integral nos Estados Unidos nos próximos 18 meses.


A Amazon, com sede em Seattle, disse que planeja aumentar sua força de trabalho em tempo integral para mais de 280 mil em meados de 2018 de 180 mil em 2016.


"Esses trabalhos não estão apenas em nossa sede em Seattle ou no Vale do Silício - estão na nossa rede de atendimento ao cliente, centros de atendimento e outras instalações em comunidades locais em todo o país", disse o CEO Jeff Bezos em um comunicado.


A Amazon tinha cerca de 230.800 funcionários em tempo integral e a tempo parcial a partir de 31 de dezembro de 2015.


Fonte: Reuters 

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Invasão, Engano ou Falha de Segurança no Palácio do Planalto?


Foi publicado hoje no G1 "O Palácio do Planalto publicou nesta terça-feira (01.01.17) por engano, no Twitter, todas as senhas de redes sociais do Portal Brasil e do Palácio do Planalto"


De acordo com a notícia, foi disponibilizado um link com acesso a documento no Google Drive com todas as senhas das redes sociais.


O absurdo que a reportagem revela não é apenas pelo ato   "negligente" de tomar pública informações confidenciais e estratégicas do governo federal (pelo menos é assim que deveriam ser tratadas as senhas).


O absurdo maior é saber que, supostamente, quem está à frente de posições importantes do governo federal guardar senhas numa lista. 


E o pior dos absurdo é saber que elas são mantidas em App público, armazenado de formar irregular fora do território nacional e sabe lá com que nível de segurança da senha ( com certeza senha frágil e  fácil de ser quebrada), quando se tem lei que obriga em manter no país.


Você deixaria a suas senhas, de todos os sites que utiliza, organizadas numa lista, armazenado na internet? Certamente não! Com certeza quem fez essa "cagada" não faz com suas próprias senhas!


Com toda esta fragilidade Não é por menos que Assange diz que Brasil é o país da América Latina mais espionado, para os hackers não deve ser muito desafiador! 


Com esse nível de segurança, a sensação que dá é que qualquer Zé Mané com um pouco de conhecimento adquirido na internet,  tem condições de acesso às informações que quiser.


Apesar de existirem opiniões que a exigência de data Center no Brasil seria inútil, existe uma lei que obriga o governo federal e a não observância desta lei, no mínimo é um desvio que não deveria ser tolerado, pelo bem do princípio da "tolerância zero", afinal, pequenas falhas  abrem as portas para grandes falhas.


Não adianta no final querer transferir a culpa para o estagiário, mas os estagiário de hoje não seriam capaz de cometer, por serem teoricamente já nascidos na era digital com "chips semancol" que não deixa realizar estas "bobeiras". Tem proteção nativa para este tipo de falha!


A opção foi outra, horas depois da publicação do Twitter com as senhas, o Planalto informou que o funcionário responsável pelo vazamento das senhas era terceirizado e já foi afastado.


Isso revela outro absurdo! Senhas tão importantes que fazem a interface do Governo Federal com a sociedade, não poderiam ficar nas mão de terceiros, não acham?


Acredito que nossos especialistas em segurança precisam se ligar! 


"O Errado é Errado mesmo que todo mundo esteja fazendo."


Ou a verdade está oculta em outra versão, seguindo a linha da teoria da conspiração. Será que esta é uma notícia que foi fabricada pelo Planalto  para encobrir uma invasão que tenha acontecido e o invasor, para "carimbar" o feito teria postado a mensagem com a divulgação das senhas?


Independente de qual seja a verdadeira versão, seja Invasão, Engano ou Falha de Segurança o Palácio do Planalto precisa fazer algo além de afastar que errou.


Depois, não adianta chorar o leite derramado com "artifícios" e desculpas de que providências estão sendo ou foram tomadas! 


Depois que o  estrago já foi feito não  tem como reparar! 


Nestas condições, não será surpresa que outras notícias de "enganos" comecem a se tornar mais frequentes!


👁Vamos acompanhar!👁


IDFM

China não vai conceder licença para Pokemon Go.


A China não vai conceder licença para Pokemon Go e outros jogos semelhantes em razão dos riscos de segurança


O App Pokemon Go e outros jogos de realidade aumentada não são susceptíveis de ser lançada na China.  O censor do Estado disse que não iria licenciar-los até potenciais riscos de segurança serem avaliados.


Dentre os argumentos usado, estão:


  • Ameaça ao transporte e à segurança pessoal dos consumidores, o Pokemon Go foi responsabilizado por acidentes rodoviários, envolvendo jogadores; 
  • As preocupações de privacidade de dados sobre o aplicativo de geolocalização;


Fonte: Reuters 

            https://goo.gl/jteFiK


Leia mais o que já publicamos sobre este assunto, você vai gostar!



IDFM

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Seja intolerante e sem vergonha

Estou republicado este artigo, para servir como instrumento de reflexão nesta época do ano, quando estamos revendo nossos valores e os direcionamentos de nossas ações.

Desafio vcs fazerem a sua parte em 2017

Seja intolerante e sem vergonha de agir.

Leia e repasse. Vale a pena!


A SOLUÇÃO PARA O BRASIL É A INTOLERÂNCIA 

Será que  o país está  passando por um momento de ruptura cultural que vai transformar a sociedade ou é apenas mais um momento de  crise que irá promover o aperfeiçoamento da sociedade para conviver com bandidagem mais aperfeiçoada, mais blindada ainda? 

O contexto parece perfeito para a ruptura e transformação, exatamente nestes momentos que a "criatividade"  emergem!

"Nunca na história do país" tanta sujeira tem sido jogada no ventilador... A sujeira vem de todas as partes do setor público, privados, grandes empresa, pequenas e dos mais frágeis dos cidadãos. 

A insatisfação é geral, a sociedade culpando os políticos que ela mesmo colocou lá.... 

A sociedade cobra ética e honestidade, enquanto que é tolerante a seus pequenos delitos, desde a cervejinha do guarda, da rota alternativa para fugir de blitz da lei seca, andar pelo acostamento, parar em fila dupla ou em vagas de deficientes e idosos, do vício da cobrança com nota ou sem nota para sonegar imposto, ao demais deslizes e "vícios" na declaração do imposto de renda. Sempre justificando  com um  Mantra "não prejudica ninguém"...

Essa é a cultura que permeia e irriga toda a sociedade! Os honestos sendo omissos e os criminosos sendo ousados e sem escrúpulos capaz de tirar remédio dos enfermos ou até mesmo de roubar a merenda das crianças.

O que se esperar dos líderes que representam a sociedade, políticos juízes, sindicatos e empresários?...

O comportamento deles é reflexo da sociedade "tolerante" e que anos e anos vive no Faz de conta do "não é comigo"..... (Como não cara Pálida ?)

Por outro lado, a  justiça em nome do "rito processual" promove inversão de valores e acoberta criminosos. Transforma os heróis, muitas vezes combatentes solitários, em vilões.

A justiça, com a "indústria dos acordos de leniência e  da delação premiada", mais uma vez inverte os valores,  os  bandidos passa de violões para heróis, arregimentando ainda mais a legião de bandidos e passam a ter uma lógica de risco que lhes dá licença para cometer os crimes.

Além de que, esta indústria é um incentivo para crimes cada vez mais graves e com maiores impactos, coberto pela a lógica que passa na  cabeça do bandido que é guiada por um "risco" menor e com menor consequências numa lógica simples do "se for pego, faço acordo e me dou bem"...  

Numa análise crítica de causa raiz, iremos retorna ao tempo da chegada do portugueses, culpando-os pela chegada de batedores de carteiras, as putas e seus filhos.

Voltando mais ao tempo, iremos identificar personagem na época de Cristo que usou da delação premiada para não ser punido e preso.

Mas estas causas não justificam os efeitos na sociedade brasileira, afinal os portugueses também colonizaram outras terras e a influência  dos romanos permeia outras nações até os dias de hoje.

O que tem de diferente nesse país gente ?...

Só pode ser culpa de Gerson e Caio Domingues & Associados (http://youtu.be/J6brObB-3Ow), com uma mensagem direta, nada subliminar,  na década de 70 forjou a mentalidade de gerações, desde então, com a cultura do levar vantagem em tudo!...

Tanto é, que hoje é conhecida pela "lei de Gerson" veja a definição que o Wikipedia tem sobre o assunto: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Lei_de_Gérson e vem sendo usada de forma subliminar em tudo.

É desta forma que funciona para os bandidos na delação premiada, mesmo depois de pego, continua tirando vantagem do "sistema" (com sua incapacidade de investigar e fazer justiça), e dos  compassas para dosar o quanto e quem será delatado vs por quanto será omisso. É um negócio, com um balcão de troca tradicional onde tudo tem seu preço.

Os judas de hoje não se enforcam, ao invés de cordas no pescoço, usam tornozeleiras eletrônicas para continuar levando vantagem e usufruindo de suas trintas moedas.

O momento é de  ruptura cultural para  transformar a sociedade e o caminho para isso acontecer passa por um #BASTA e #FORATODOS para um recomeço com outros sem estarem contaminados vírus do "levar vantagem"....mas isso é uma utopia, para ser vencida por cada um, em seu próprio micro universo.

Comece fazendo sua parte, seja intolerante e sem vergonha de agir.

Senão, qual o legado que será deixado para as próximas gerações ?

Enviado do meu iPhone