sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Cala a boca Kassab.


Após a leitura das  notícias relacionadas ao fim da internet ilimitada e a venda da Oi, me despertou a curiosidade de entender porque o Gilberto Kassab está se colocando no centro destas questões polêmicas? 


Será que é uma estratégia para se manter na mídia para ficar em evidência quando tiver início a corrida da sucessão presidencial? Mas como, se as declarações dele não agrega simpatia da população que possa reverter em voto?


Qual e de quem é o interesse por trás dele ser o protagonista destas polêmicas?


Qual a estratégia por trás desta exposição?


Vejamos o que foi publicado:


Na defesa do fim da internet ilimitada, o Gilberto Kassab declarou o fim da internet ilimitada na banda larga fixa para o segundo semestre de 2017, que, segundo ele "O nosso objetivo é beneficiar o usuário. O Ministério trabalha pra que o usuário seja cada vez melhor beneficiado com melhores serviços"... "O governo vai estar sempre ao lado do usuário" Como assim cara pálida? Nem mesmo a ANATEL defende este fim.  


  • Hoje o presidente da Anatel, em matéria do G1, disse que Kassab afirmou a ele ter cometido um "equívoco" na declaração feita ao site.


No caso da OI, ele deveria ficar calado até a fim da solução.  Ao invés disso, faz revelação que deveriam ficar restritas. Qualquer declaração de um Ministro do Governo, tem forte  influência no comportamento do mercado. No momento que estava redigindo este Post OIBR3 estava com valorização de 4,5%, certamente fruto das declarações dele.


Não seria o correto que algumas posições deveriam se manter recolhidas da mídia, pelo menos nos casos que podem "influenciar" no jogo da especulação do mercado?


Veja também o que já publicamos sobre o assunto: 



Fonte: 



IDFM

Nenhum comentário:

Postar um comentário