sexta-feira, 6 de julho de 2018

2018 - A copa da ressaca moral.

A copa de 2018 da seleção brasileira não poderia ser outro. 


Depois de passar pela vergonha de 2014, a seleção ainda estava com “ressaca moral”. 


No fundo no fundo os Brasileiros torciam, mas não acreditavam. 


Os jogadores não acreditavam neles e não jogaram para ganhar. 


Quem joga para ganhar faz gol, não da bobeira para erros de principiantes, uma bola não pode ser perdida por vacilo de um passe, quando o adversário chuta ao gol, se coloca as pernas na frente, não tira né Marcelo? 


Nem mesmo as torcidas “organizadas” acreditavam. O hino da torcida tanto celebrado, enaltecia apenas o passado de orgulho... em nenhum momento temos alusão ao time atual, nem mesmo em ser o campeão... talvez a história esteja nos dando uma lição, uma oportunidade.... os últimos 4 anos foram muitas revelações, muita vergonha, um país mergulhado numa lama, políticos e CBF QUE NÃO É EXEMPLO DE NADA!


Terminada a copa não estou com vergonha, estou com ressaca moral!


Os Brasileiros ficam Tristes, mas não tem problema... na próxima semana já estará tudo esquecido e logo logo  já estarão todos cantando novamente o eterno Penta Campeão:



Éééé

Em cinco oito foi Pelé

Em meia dois foi o Mané

Em sete zero, o esquadrão

Primeiro a ser tricampeão


Ôôôô

94, Romário

2002, Fenômeno

Primeiro tetracampeão

Único penta é Brasilzão!


Ôôôô

Brasil, olê olê olêêê

Brasil, olê olê olêêê

Brasil, olê olê olêêê




sexta-feira, 18 de maio de 2018

Não precisa luz no fim do túnel para inovar.

No início de minha jornada profissional, passei por um período que me questionava se fazia sentido trabalhar com TI (computação naquela época).

Aos 20 anos, o conflito estava basicamente em não enxergar os benefícios da profissão para a sociedade, enquanto meus irmãos engenheiros estavam envolvidos na construção de prédios, vilas e cidade e o médico salvando vidas e trazendo ao mundo novas pessoas, eu estava lá criando algo que não era visto, sentido, pegado, entendido e nem acessado pela sociedade.

Era muito difícil explicar para meu pai o que eu fazia. Eu costumava dizer para ele que eu cuidava da alma dos computadores para ele fazer as "coisas", eu era suporte técnico de mainframe. Era difícil de explicar numa época que computador era restrito, não era qualquer empresa que tinha, muito menos qualquer pessoa. Éramos invisíveis por trás de algoritmos e linguagem dos zeros e uns, dando a inteligência para equipamentos executar tarefas.

Não desisti apesar do conflito, apesar de invisíveis, enxergava que com o passar do tempo a importância do que estávamos fazendo, "construindo", e que continuaríamos invisivelmente inseridos no dia a dia da sociedade.

Quem nunca esteve diante de conflitos desta natureza? Sem medo de errar, muitos nativos digitais, devem passar por conflitos semelhantes por estarem desbravando novas tecnologias e novos mundos inimagináveis atualmente. Para eles o que tenho a dizer é, não desista, não precisa ter uma luz no final do túnel para fazer sentido. Um dia vai fazer sentido!

Na escuridão, desenvolvemos habilidade de enxergar, de encontrar o que a luz ofusca e esconde.

Para embarcar no mundinho das novas tecnologias, não espere que ela faça sentindo para entrar, talvez este tempo de espera seja tarde demais depois.

Hoje enxergamos em tudo o poder da TI. Diferente daquela época, é inimaginável construir cidades, salvar vidas ou qualquer outra coisa sem ter TI e seus algoritmos invisíveis por trás.

Ou não ?

IDFM

quarta-feira, 16 de maio de 2018

AI V4I F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35!

Recebi um texto  no WhatsApp e fiquei curioso de saber como um sistema de inteligência artificial consegue tratar um texto com as mesmas características.


Alguém se arriscaria em  explicar?


Com a resposta os especialistas em #AI


Segue texto:


De aorcdo com uma peqsiusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em qaul odrem as Lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que  a piremria e útmlia Lteras etejasm  no lgaur crteo. O rseto pdoe ser uma bçguana ttaol, que vcoê anida pdoe ler sem pobrlmea. Itso é poqrue nós não lmeos cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo.  

Sohw de bola 

Fixe seus olhos no texto abaixo e deixe que a sua  mente leia corretamente o que está escrito.


35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! 

R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3 P4R4BÉN5!

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Cloud, Multicloud - O que nos espera - Não caiu a ficha?

Nos últimos dias tenho me deparado  com algumas situações  que me levam a acreditar que parte da comunidade de profissionais de TI e  TELECOM, ainda não tem o entendimento de Cloud e muito menos Multicloud, a realidade que vem sendo construída, o que o futuro reserva para a infraestutura de serviços de TI e as oportunidades para a  transformação das soluções dos negócios e dos profissionais de TIC.


Ainda não caiu a ficha!


Mas eles não são totalmente culpados,  as empresas também não estão dando a importância na capacitação dos profissionais, mas irão cobrar soluções e resultados quando  “a coisa apertar".  Então corra, senão as nuvens podem se transforma numa tempestade em sua vida!


Talvez para algumas empresas, provedores de serviços de TIC, que ainda estão "pensando", na verdade estão dormindo, e quando acordarem talvez seja tarde e terão perdido seus clientes para quem não ficou "pensando". Enquanto alguns ficam adiando, "empurrando com a barriga", outros estão construindo o futuro.


Será que ainda da tempo?


Para quem tiver interesse, segue uma série de postagens que fiz neste contexto, quem sabe estas postagem fazem cair sua ficha?


Quando postei uma das matérias, Cloud - Rolo Compressor ou Asfalto , pessoas do mercado chegaram a me perguntar se eu estava louco ou querendo ser demitido, porque o titulo original era bastante sugestivo:  To Move to the Cloud, You May Need to Fire Your CIO.


Sequem as que considero relevantes para o despertar. Vale a pena a leitura.


19.05.2015  Cloud Pegou!

19.05.2015  Cloud que nada, meu nome é Internet das coisas (IoT)

04.11.2015 #Cloud Computing - #Iot - Internet das Coisas vai quadruplicar o tráfego global na nuvem


12.11.2015  #Cloud - Mantras e Mitos

17.11.2015 IoT e Cloud - A internet das coisas decola para a nuvem.

17.11.2015 Os 3 modos de aplicações empresariais na nuvem

20.11.2015  Data center - Principais tendências

30.11.2015 Infraestrutura em cloud: vale a pena ter a minha?


27.06.2016  Cloud - Rolo Compressor ou Asfalto

27.12.2016  Previsões - Cloud - Influências para 2017.

27.12.2016 Previsões - Cloud continua como palavra de ordem em 2017


02.03.2017  Cloud pós crash do S3

17.03.2017 Grife não garante disponibilidade.

23.03.2017  Multicloud é estratégico na Europa

14.04.2017  Rumo às nuvens

18.04.2017  Rumo às nuvens II

14.12.2017 Trump decide levar a TI para a nuvem - GO TO CLOUD!

18.12.2017 Multicloud, a realidade para Cloud!



IDFM









terça-feira, 10 de abril de 2018

Qual o desdobramento do depoimento do Mark Zuckerberg?



Será que um dia o uso indevido, manipulação, direcionamento de informações será considerado tão perigoso quanto qualquer arma de destruição em massa e não ficará impune?

Acredito que não vai dar em nada o depoimento de Mark Zuckerberg em razão do vazamento de informações do Facebook. 

Nada vai mudar!

Muito dos modelos de negócios de empresas da era digital, estão baseados na troca do rastro digital que as pessoas deixam por serviços com baixos custos e muitas vezes sem qualquer custo.

Isso não é de hoje, já é do conhecimento e tem aceitação de todos, ou existe ainda alguém desinformado?

Isso é um perigo, mas é um risco assumido voluntariamente pelos usuários.

O próprio Zuckerberg, quando apareceu numa foto com adesivo na câmera de seu PC em 2016, sinalizou que no bojo da prestação de serviços os APPs, monitoram tudo que pode ser localizado, visto, escutado ou escrito (veja http://avisara.blogspot.com.br/2016/06/caldo-de-galinha-e-um-pedaco-de-fita.html?m=1)

Como um estudante que foi pego colando, Zuckerberg no Congresso fez apenas um pedido de desculpas, assumiu todas a responsabilidade, confirmou que ninguém foi demitido e comunicou aos senadores que uma série de medidas foram tomadas para que não volte a acontecer. Da mesma forma, num comportamento típico de professores paternalistas, os senadores limitaram a dar um puxão de orelha: "se o Facebook não conseguisse arrumar as invasões de privacidade, o Congresso teria que consertar".

Promessas, promessas, promessas...

"Típico de um mal aluno, aquele que cola, usa informações dos outros e com uma boa lábia vai levando a vida se dando bem até ser pego colando novamente, para uma desculpa nova, até abandonar ou concluir o curso"

Era de se esperar a concorrência explorando a situação em benefício próprio, mas sabem que tem telhado de vidro e se protegem não jogando pedras nos outros.

Mas, com o depoimento dele no Congresso, apenas fica exposto o corporativismo e protecionismo que é praticado entre as Globais Empresas Digitais, para que não se "compliquem" nos  negócios, que possa afetar o poder ou vão contra os interesses do "Clubinho do Vale do Silício", que rejeitam soberania, regulamentação, o governo menor e militarismo (Modelo mental por trás do poder no Vale do Silício.).

Se houver alguma consequência, não será para ele, não será decorrente do vazamento e uso indevido das informações nas eleições americanas e pelo mundo afora, mas pelo risco que estas empresas possam vir a representar para a segurança nacional, por conhecer mais dos seus cidadãos que eles próprios e pelo modelo mental do "Clubinho" que "tendem" a não reconhecer a soberania, regulamentação e governo.

Após a eleição do Trump, tiveram diversas reuniões com o Clubinho, lembram? 

Será que o Governo Americano, suas as agências de segurança, faz parte deste Clube e trabalham colaborativamente, influenciando e se protegendo?

Enquanto isso, de concreto, mais uma vez ninguém será preso ou punido!

Se não for feito nada, enquanto não houver uma punição exemplar, não haverá mudança no tratamento dos rastros digitais.

Algo precisa ser feito antes que IoT (internet das coisas) torne-se amplamente usada, com seus bilhões de dispositivos coletando nossas informações.

Depois, não adianta chorar o leite derramado com "artifícios" e desculpas de que providências estão sendo tomadas!

Depois que o estrago já foi feito não tem como reparar! 


Será que um dia o uso indevido, manipulação, direcionamento de informações será considerado tão perigoso quanto qualquer arma de destruição em massa e não ficará impune?


E vc, que acha?


Acredito que voce vai gostar e se interessar por outros posts que fiz abordando este tipo de assunto, vejam:









IDFM

quarta-feira, 28 de março de 2018

Vida Digital - Efeito colateral

Os vazamentos das informações do Facebook e a utilização delas para influenciar a sociedade, o indivíduo, já era do conhecimento de todo mundo, ou só tornou conhecido agora depois deste escândalo?

Francamente, todos já sabiam e "faziam de conta" que não tinha problema, ou até mesmo, acreditavam que as políticas de segurança e privacidade do Facebook eram suficiente para proteger, eram suficientes para não ter o uso indevido dos rastros digitais que deixamos (o que é indevido para Mark Zuckerberg?)

A única diferença agora é que as revelações tornaram publicas que usaram as informações para influenciar as eleições americana de 2016 e também na votação o Brexit.

Facebook alega que a Cambridge Analytica acessou indevidamente informações de milhões de usuários.

O Facebook e a Cambridge Analytica culparam Aleksandr Kogan, aquele de Cabeça Rosa, de colher indevidamente os dados.

Mas, segundo Reuters, Alexander Nix, diretor da Cambridge Analytica, disse em uma vídeo que sua empresa desempenhou um papel decisivo na vitória eleitoral de Trump. "Nós fizemos toda a pesquisa. Nós fizemos todos os dados. Nós fizemos todas as análises. Nós fizemos toda a segmentação. Nós executamos toda a campanha digital e nossos dados informaram sua estratégia", disse ele.

😱 Desde quando estas influências estão sendo feitas?

😂 Pütz, será que Lula é inocente?

🤔 Será que esta mesma trama foi usada para desencadear a Primavera Árabe?

O uso indevido das informações já revelaram efeitos colaterais para os Americanos e Britânicos, qual será a próxima vítima?

Mas o que me impressiona nisso tudo não são as vulnerabilidades e desvios de conduta das pessoas e empresas.

O que me impressiona é impunidade dos vazamento das informações, ninguém é preso, ninguém é indenizado... não acontece nada sério! No máximo um pedido de desculpas... francamente!

Será que não vão fazer nada de mais sério?

🤔 Se esta impunidade fosse no Brasil, já pensou o que o mundo estaria falando?

Segue publicação que fiz em setembro de 2017, dentro deste contexto que é oportuno ser relembrado.

👉 http://avisara.blogspot.com.br/2017/09/transformacao-digital-com-soberania.html?m=1





IDFM

quinta-feira, 8 de março de 2018

Transformação Digital - Cultura analógica.

🤔 Me surpreendi  pensando  novamente  em transformação Digital... afinal, "Transformação digital é como sexo na adolescência: todo mundo fala sobre isso, ninguém sabe realmente como fazer, todo mundo acha que os outros estão fazendo, então todo mundo resolve falar que também está fazendo..." então, como adolescente que sou, resolvi escrever sobre o assunto.

Vamos lá às minhas masturbações mentais!

O mais importante nesta época de Transformação Digital é a mudança que as empresas estão realizando no modelo modelo mental das pessoal, dos clientes.

Hoje é impossível imaginar a vida sem algumas facilidades que os Apps inseriram em nossas vidas, mas o Cliente é o principal protagonista desta transformação.

Estar alinhado com os clientes (experiência) é o que vai fazer a diferença das empresas que apenas sonham das que realizam!

Mas porque todas as empresas não se transformam digitalmente?  É só criar um App e pronto, A empresa passa a ser Digital!.. mas não é isso que acontece.

"Transformação Digital implica em mudar modelo de gestão, processos e a cultura organizacional" - Cesar Taurion

Acredito que o principal desafio é a mudança da cultura organizacional, principalmente das grandes corporações, que é um peso muito grande para o movimento de transformação.

Cultura organizacional é a engrenagem que movimenta a empresa!

Em recente artigo de Rafael Souto no Valor ele afirma (e eu concordo), "A média gestão tem sido a mais impactada pela avalanche de problemas...", "...São eles que carregam o piano"

Eles são fortemente cobrados por resultados, mas são proibidos de fazer acontecer. 

Na cultura analógica, Nada pode ser feito se não forem feitas diversas apresentações intermediárias que não decidem nada até ser autorizado pelos poderosos do "Olimpo". 

Qualquer projeto de eficiência, pode ser "boicotado" durante a Via Crucis e nunca ser levado para quem decide.

Concordo também quando ele revela a existência de Silos do poder ( eu chamo de Feudo), onde os líderes se isolam, colocam suas áreas (diretorias) como única que realmente importa e articulam politicamente para se manter no poder. 

Eles adotam um relacionamento educado com outros executivos, nunca se indispõe ou vão contra, mas atuam utilizando suas equipes para minar outras áreas (o exemplo de cima é seguido até o nível mais baixo da hierarquia). Para eles sempre o culpado esta na sala ao lado.

São "Líderes baseados no modelo de comando e controle" Eles não tem o menor constrangimento de denegrir sutilmente outros, até seus próprios colaboradores, para não se expor e se manter no poder.

São estes os que mais contribuem para que os resultados não sejam realizados e para que os talentos abandonem a empresa ou passem para a modalidade de funcionário zumbi. 

Para eles, tudo é motivo para não fazer, usando de argumento preservar a harmonia (a posição). "Divergir é um passaporte para a demissão."

Não adianta ter a "modernidade" de escritórios sem salas isoladas, sem paredes e portas, ou até liberar vestimenta, cabelo, barbas não tradicionais, existindo a invisível barreira da cultura corporativa - analógica.

Isso me intriga, será que a cultura corporativa "analógica" atrapalha  na realização da transformação digital, de projetos, na satisfação dos clientes, na retenção de talentos e impede melhores resultados?

Será que Empresas digitais sobrevivem com engrenagem analógica?

Qual sua opinião?

Quem tiver interesse no artigo do Rafael, acesse:



IDFM

quarta-feira, 7 de março de 2018

Banco Digital - Os Bancos deixarão de existir?

A CNN publicou matéria dando conta que Amazon quer ser um Banco também.

Isso me fez lembrar que 2013/2014, se não falha à memória, quase fui "apedrejado" por bancários tradicionais quando participei de treinamento interno de empreendendorismo na Unibrad - Bradesco.

Na ocasião, na abertura do curso, Solange Mata solicitou a participação do grupo para falarem sobre o que achavam do futuro dos Bancos, com o contexto de identificar soluções para Bradesco. Naquela ocasião, fiz uma provocação e afirmei que o Os Bancos deixariam de existir. Que os Banco deveriam buscar outro negócio, porque os serviços bancários seriam prestados por empresas de Software... "quando Google, Facebook e Apple resolverem entrar neste negócio, banco deixa de existir", Reforçava como argumento da provocação.

Esta provocação não foi à toa, tenho acompanhado esta movimentação, às Fintech cada vez mais ganhando força, os grande players Globais, comendo pelas bordas e os Banco reagindo agora se aproximando das Statups para criar um futuro diferente.

As diversas notícias do mercado só vem confirmando o Porto de Destino do negócio bancário.

Provavelmente os bancos tradicionais deixarão de existir sim. Com a transformação Digital os Bancos se assemelharão mais com as empresas de Software, Redes Sociais e marketplace, explorando aquilo que faz a diferença deles das demais, pela reputação de um lugar seguro, de empresas com credibilidade e serão os guardiões do legado das identidades e autenticações da pessoas e suas reputações, que serão substituídos por blockchain.

Mas a Amazon está seguindo um caminho diferente, com uma estratégia tipo "se não pode vencer o inimigo, alie-se a ele", não haverá muita resistência dos grandes competidores americanos e reguladores, já que, a Amazon diz estar em negociações com a JPMorgan Chase, a Capital One e outros bancos e empresas de serviços financeiros sobre a criação de uma conta corrente da marca da Amazon para seus clientes, de acordo com The Wall Street Journal.

Depois que a base de cliente estiver estabelecida sob o guarda chuva da marca Amazon estará estabelecida a Nuvem de Serviços Financeiros, Amazon Multi Bank, ou não?

Seguem algumas publicações abordando o assunto que vc vai gostar:


IDFM

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Banco Digital - R$ 27 Bilhões por ano é quanto vale a migração.

Enquanto contemplava a paisagem da praia de Cabedelo na Paraíba, duas notícias da semana não me saiam da cabeça, então resolvi publicar no Blog para deixar o registro e levar ao conhecimento de quem me acompanha, quem sabe isso ajuda na decisão de alguém.

Vamos lá...

A InfoMoney publicou matéria que mostra que o Brasileiros pagaram R$ 27 bilhões em tarifas bancárias em 2017 e apresenta alternativas de como os correntistas podem fazer para se livrar destes gastos exorbitantes e desnecessários.

Para se ter ideia da quantidade de dinheiro que representa R$ 27 Bilhões, este valor corresponde a 529 vezes os R$ 51 milhões que PF apreendeu no apartamento de Geddel.

Em outra matéria também nesta semana, a Veja repercutiu matéria da Reuters que destaca que os americanos ainda preferem bancos tradicionais aos Bancos Digitais.

Mas será que no Brasil é diferente?

Arrisco a responder que SIM, no Brasil é diferente.

As dificuldades econômicas das décadas de 70 a 90 levaram os bancos brasileiros a serem diferentes e os clientes mais engajados nas soluções digitais para se livrarem das péssimas experiências que era ir a uma agência bancária. 

Mas, por outro lado, por aqui as dificuldades dos bancos em gerar lucro, sem a corrida inflacionária, fez com que eles partissem para gerar receita com outros meios além dos Spreads das operações bancárias e passaram a taxar tudo de todos (tudo é caro e tudo é cobrado). Quem nunca foi surpreendido por cobrança de alguma taxa que é extornada depois que se reclama? Imagine sendo feito numa virada de ano quanto representava em Resultado?

Os clientes já estão "cheios" de tantas taxas em troca de nada. Hoje os clientes são outros, nada tradicional, que não aceita qualquer argumentação. Isso levará os clientes para soluções mais baratas e será aí onde estarão as soluções digitais, as fintechs. Google, Apple, Facebook e Amazon estão chegando, logo logo estaremos sendo bombardeados por ofertas deles.

Pois bem, R$ 27 Bilhões é o tamanho do argumento que deverá forçar os clientes dos Bancos tradicionais migrarem para as #Fintechs e Bancos Digitais que são #FreedeTaxas

🤔 Se existem versões Digitais de Bancos Tradicionais que deixam os clientes livres das cobranças de taxas para a utilização dos serviços via App, não existe qualquer argumento para a cobrança de taxas nos Bancos Tradicionais quando a transação é feita através dos seus App digitais, não acha?

A tecnologia é a mesma, a rede é a mesma e infraestrutura é a mesma!

Não é criando dificuldades e gerando custos para os clientes que impedem eles operarem com outros!

Todos os bancos estão na corrida da Transformação Digital, como alternativa de sobrevivência, todos com o mesmo discurso de ser um Banco Digital, para combater a concorrência que estão chegando.

Os bancos tradicionais não estão enxergando que a "roupagem nova" não segura cliente. O segura cliente são coisas simples: 

  1. Disponibilidade de acesso (seja a presença física ou digital).
  2. Ausência de taxas e mensalidade anuidades. Os clientes querem gratuidade nos serviços e nos acessos.
  3. Crédito com Juros baixos e alta rentabilidade dos investimentos. O cliente quer ganha-ganha, se o juros anuais são na ordem de 300%, a rentabilidade no investimento não pode ser na ordem de 6%, não acha?
  4. Qualidade no Atendimento para solução de problemas - atendimento deixa de ser importante no mundo self-service Digital, as pessoas às vezes atrapalham!

🤔 Não será que seja esta a transformação que os clientes desejam?

Caso não exista esta transformação, os balanços dos bancos começarão a registrar o início da queda do número de Clientes! Com a facilidade da tecnologia, o efeito manada poderá surpreender...

Resultado é o principal dilema para a transformação dos Bancos.

🤔 Será que os bancos estarão dispostos de abrir mão de receitas anuais de R$ 27 bilhões de tarifas, que são proibidas no modelo mental dos clientes Digitais? 

Para os bancos, não será fácil, mas para os clientes  as facilidades digitais, trocar de banco já é tão simples como trocar de roupa, ou estou enganado?

Já para quem está entrando agora (Fintechs, Google, Apple, Facebook , Amazon etc) as isenções das taxas serão o maior atrativo para os clientes migrarem.

Que vcs acham? 

Vocês estão pensando em migrar para um Banco Digital?

Se não está, deveria, pelo menos para reduzir seus custo com os Bancos!

Faça a leitura das matéria abaixo e tire suas próprias conclusões.




IDFM

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

#RFP - Como devo proceder para fazer uma RFP?


Hoje recebi uma consulta sobre #RFP que resolvi publicar porque que acredito ser  do interesse de outras pessoas que me acompanham. 


O questionamento “Olá, Igmar. Como devo proceder para fazer uma RFP? O que é mais interessante fazer uma RFP ou fazer cotações e escolher a mais proxima do desejado?”


Por experiência própria, quando se trata de #RFP,  entendo que para não ter problemas de escopo, cronograma, cláusula de contrato, SLA, Preço e seleção do fornecedor,  contrate quem já tem experiência em elaboração e condução de processos de #RFPs. Caso contrário vc terá muitas surpresas pelo caminho que podem levar ao fracasso no atingimento dos objetivos.


Para a compra de produtos específicos, “artigos de prateleira” a tomada de preço (até mesmo leilão reverso) pode ser a alternativa mais rápida, mas é preciso restringir o acesso para não aparecer quem promete e não entrega. Talvez uma RFP para a definição de “fornecedores habilitados para o fornecimento” seja uma forma de “reduzir” prazos dos processos  contratação deste tipo de recurso.


Entendo que #RFP seja solução para contratações de serviços e projetos mais complexos, que requer mais componentes, mais detalhamento nas especificações, mais requisitos dos fornecedores, que podem diferenciar o fornecimento.


Cuidado com os fornecedores que demonstram ser “muito bonzinho” para não se tornar refém, não se apegue também em soluções de grife, nem sempre são soluções adaptáveis as suas necessidades e ficarão te devendo.


É fundamental conhecer os fornecedores, principalmente os clientes deles e como estão satisfeitos.


Caso tenha interesse, eu presto consultoria para a definição de #RFP, desde a definição dos requisitos, SLA, preços  e critérios de avaliação até a avaliação e contratação (contrato) final.




sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Carnaval: Serviço de utilidade pública - Roubo de Smartphones




Durante o carnaval o maior número de crimes que acontecerá será o Roubo de Smartphones.

Todo cuidado é pouco para que sua vida não se torne um inferno.

Para ajudar na prevenção, resolvi republicar um artigo que escrevi em novembro. 

Lembre-se de ter fácil acesso ao número do IMEI de seu aparelho para o caso de  ser vítima de roubo fazer o bloqueio imediato na operadora!

Vale a pena a leitura.

Segue:

Sequestro digital


Na vida atual, é difícil encontrar alguém que não vive dependente da utilização de um smartphone, dependente dos registros que mantem nele e nos Apps conectados a eles.

O smartphone passou a ser uma extensão de nossa casa e escritório, passou a ser o nosso depósito de informações, documentos, recordações, nossos rastros, nossa vida.

Faz tanto parte de nossa vida, extensão de nossa vida do mundo real, que não percebemos os limites e a dependência. Simplesmente faz parte da vida!

Muitos, os nativos digitais principalmente, não conhecem a vida de outra forma e mantém tudo digitalmente! O mundo segue na direção do Tudo Digital!

Já imaginou você sem ele?

Pois é... uma simples perda, roubo ou esquecimento, longe de seus olhos, do seu smartphone pode transformar sua vida em um inferno.

Imagine se, de uma hora para outra, todas suas senhas de seus Apps deixam de ser suas e Você não consegue acessar nada? 😱

Imagine ainda que você não conseguir mais ter acesso às informações, documentos e tudo mais que vcs imaginava que estavam seguras na nuvem?

Imagine outra pessoa (bandido) interagindo com seus amigos, clientes, namorada, esposa, amante, trocando confidências, segredos e nudes com ele imaginando ser vc?

Imagine que estarão sendo realizadas compras, resgates, saques, transferências usando de suas contas como se fosse você?

Imaginou?

Todo cuidado é pouco!

O processo de roubo "Sequestro Digital" é simples mais simples do que se imagina e não requer qualquer especialização, não precisa ser Hacker, só precisa ser mal intencionado, até mesmo bandido "pé de chinelo" que usa também as facilidade digitais e smartphones consegue fazer. Qualquer Bandido da era digital.

Não confie na segurança dos APPs e sites que usam do SMS para recuperar senhas, neste processo é que mora o perigo! Desabilite a alternativa de SMS dos APPs.

Não confie nos procedimentos dos fabricantes de smartphones que prometem zerar o aparelho remotamente. O sequestro pode ser feito apenas com o chip do seu aparelho.

Não utilize a mesma identificação e senha para todos os APPs (normalmente o pessoal usa o e-mail e senha). Use identificações diferentes para cada App e para cada Site. Se alguém descobre a senha de um App, vai ter acesso a todos os outros.

Se você utiliza o mesmo usuário para seus Apps e Sites, use senhas diferentes e longas.

Não armazene suas senhas em nada, não tenha elas em papel, no smartphone nem em fumaça.😂


É preferível perder o acesso às informações e todos mundo também que ter outra pessoa tomando posse delas, concorda?

Não deixe seu smartphone dando bobeira, na balada, bar, restaurante, etc, rapidamente uma pessoa pode pegar ele e fazer a troca de suas senhas, quando vc perceber, já era!

No curto espaço de tempo entre vc perceber que foi roubado ou perdeu o seu aparelho e fazer o bloqueio, você pode ter suas identidades assumidas por bandidos.

Não empreste seu smartphone, mesmo estando perto, o processo de mudança de senha pelo SMS é fácil, simples e rápido de ser feito que vc poderá não perceber que a senha foi alterada.

A gravidade deste tema foi tratada em Post feito em 23.10.2017, no qual alertávamos para o fato dos hackers estarem roubando número de celular para roubar moedas digitais (Bitcoins) e realizar outros tipos de crimes e fraudes como sendo vc.

O New York Time noticiou na ocasião que os hackers estavam cada vez mais sendo capazes de convencer as operadoras de transferir números de clientes para dispositivos sob seu controle, permitindo aos criminosos redefinir senhas de sites e Apps protegidos.

Veja o post completo Bitcoin - Sequestro de Telefone

Mas o processo de sequestrar sua vida digital é simples e torna-se uma realidade por aqui também!

Finalizando, todo cuidado é pouco para quem utiliza smartphone no dia a dia!

O sequestro de telefone deve ser encarado como o Risco Real para qualquer um!

Qualquer suspeita, faça o bloqueio de seu número na operadora e altere suas senhas!

Façam seus comentários e compartilhe para conhecermos sua opinião.



IDFM

#Carnaval 2018 Recife - Programação Marco Zero

Segue programação do Marco Zero no Carnaval de 2018.




quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

🤔Plágio vs Criatividade vs Inovação


Estava pensando aqui, até onde vai o conceito de plágio e o que tem haver preconceito com criatividade e invocação?

Isso me levou as seguintes reflexões:

  • A quebra de paradigma e preconceitos é o principal agente de mudança e evolução.
  • A existência dos paradigmas e preconceitos são fontes de oportunidades, uma mina de insights a serem garimpados
  • Existe uma grande batalha, de um lado as forças que restrigem a liberdade de pensamento e expressão, travestidos pelo discurso do "politicamente correto", que inibe insight pelo simples fato de inibir pelo patrulhamento os pensamentos "preconceituosos".
  • É preciso se libertar dos conceitos e preconceitos para ir mais além e a forma é combatendo com a transformação deles, não se combate, colocando debaixo do tapete ou "fazendo de conta" que não existe.
  • Qualquer transformação tem início a partir de simples questionamentos (E se? ou Porque não?) , que abrem janelas para outras dimensões de pensamentos que levam a novas descobertas, novas possibilidades, livre de limites, muito além de nossas próprias possibilidades.

No passado, não se imaginava que plágio, imitação, de uma idéia, produto ou serviço fosse algo "ético e legal", pelo contrário, era combatido e "Patrulhado". Usar idéias de outro era plágio.

Com os olhos de hoje, movido pelos novos conceitos de criatividade, inovação e transformação, o "legal👍" é usar idéias dos outros, adaptadas ou não, de forma combinada para ser criativos e correr o risco de ser exponencial!

Será que é isso mesmo? 

IDFM

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Seja você mesmo, único e verdadeiro!


O insight para este Post veio quando recebi o e-mail de  Felipe Miranda - Empiricus com a seguinte mensagem “...cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro.


Pois bem, acredito que nada acontece por acaso e sempre damos uma ajudinha e as coisas se encaixam como um quebra cabeça ou um lego. 


Vejo vez por outra alguns ”teóricos especialistas” fazendo referência em assuntos diversos  como donos da #verdade, sugerindo mudanças em tudo que é tipo de coisa como se a perfeição é a sua verdade.


Não existe regra para o perfil perfeito, todas as habilidades, ou falta delas, pode fazer a diferença. 


Um “defeito” de “algo”, pode ser a alavanca que transforma outro “algo” inigualável. 


O que é defeito para uns, é virtude para outros.


A ausência de um habilidades podem tornar outras habilidades fantásticas. 


A ausência de conhecimento específico de um artesão, torna-o mais criativos.


Em um castelo de cartas, todas as cartas tem a mesma importância sejam de paus ou ouro, sejam Az ou Rei.


Na real, o que importa é o TODO que é formado pelas partes!


Seja você mesmo, com seus defeito e suas virtudes, mas seja único e verdadeiro! 


O importante, que  fazer a diferença, é contribuir para que o mundo seja um mundo melhor para viver!


E vc, que acha?




domingo, 21 de janeiro de 2018

23 senadores que não devem ser votados - #ForaTodos


Divulguem esta lista de 23 senadores que não devem ser votados, estão implicados em crimes.


Temos a oportunidade de fazer uma limpeza que depende exclusivamente de nós.


São Vinte e três senadores alvos da Operação Lava Jato – ou de desdobramentos da investigação – ficarão sem foro privilegiado se não se elegerem em 2018, poderão ser rapidamente julgados nas esferas inferiores e principalmente, deixarão de representar a sociedade brasileiros honestos. 


Vamos fazer nossa parte! #ForaTodos


  1. Eunício Oliveira (CE)
  2. Romero Jucá (RR)
  3. Lindbergh Farias (RJ) 
  4. Humberto Costa (PE)
  5. Renan Calheiros (AL)
  6. Garibaldi Alves Filho (RN)
  7. Jader Barbalho (PA)
  8. Edison Lobão (MA)
  9. Gleisi Hoffmann (PR)
  10. José Agripino Maia (RN)
  11. Ciro Nogueira (PI)
  12. Benedito de Lira (AL)
  13. Cássio Cunha Lima (PB)
  14. Aécio Neves (MG)
  15. Aloysio Nunes (SP)
  16. Lídice da Mata (BA)
  17. Vanessa Grazziotin (AM)
  18. Valdir Raupp (RO) 
  19. Ricardo Ferraço (ES)
  20. Dalirio Beber (SC)
  21. Eduardo Braga (AM)
  22. Jorge Viana (AC)
  23. Ivo Cassol (RO).


REPASSEM!



Fonte: https://g1.globo.com/politica/operacao-lava-jato/noticia/23-senadores-investigados-na-lava-jato-ficam-sem-foro-privilegiado-se-nao-se-elegerem-em-2018.ghtml